Pesquisar este blog

sábado, 9 de abril de 2016

FSSPX e a comunhão aos divorciados requentados e demais pecadores públicos

Após a leitura da saborosa nota da FSSPX sobre a sua atual rosicler relação com o antipapa e  depois da leitura da deliciosa exortação apostólica Amoris laetitia, e sobretudo de sua suculenta nota 329, onde a castidade entre os divorciados recasados e requentados é vivamente repreendida e desaconselhada, este servidor ficou com uma dúvida: com o amplo e risonho consenso entre Dom Fellay e Jorge Bergoglio, hoje, nas capelas da Fraternidade, a comunhão dada aos divorciados requentados - e a todos os que estão em pecado mortal público - é só válida ou é também lícita? Uma dúvida que não quer calar.

Um comentário:

  1. "exortação terrorífica"

    http://adelantelafe.com/mons-fellay-amoris-laetitia-exhortacion-terrorifica/

    ResponderExcluir