Pesquisar este blog

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Casais que sofrem por não poderem comungar?? Alguém já viu??



Tanto se fala em permitir a Comunhão aos pobres católicos divorciados e recasados que sofrem com a falta de misericórdia dos criptolefebvrianos que os impedem de realizar seu sonho dourado: receber Jesus Cristo sacramentado.

Linda história, muito comovente.

Só tem um problema: será que existe na realidade algum casal de divorciados católicos recasados que creia realmente na Presença Real de Jesus Cristo na Eucaristia? Na re-presentação do sacrifício do Calvário na Missa, para nos tornar partícipes de seus frutos?

Ou serão esses casais meros entes de razão, como o círculo quadrado, o chupa-cabras ou o abominável homem das neves?

Eu, pelo menos, nunca vi nenhum, nem nunca ouvi falar de nada disso.

Conheço, sim, vários casais recasados que de vez em nunca vão muito a contragosto a uma infinitamente tediosa missa de sétimo dia e, quando chega a hora da Comunhão, simplesmente se levantam, entram na fila e comungam sem problema nenhum. Um biscoitinho a mais não engorda, pode ser comido sem problemas, sob o olhar misericordioso do sacerdote, com ou sem peruquinha.

Como no vídeo acima, em que o cardeal "conservador" Bagnasco, presidente da CEI, Conferência Episcopal Italiana, dá sem problema algum a comunhão ao "trangender" Vladimir Luxuria e à sua marida.

Toda essa história é uma enorme farsa. O verdadeiro objetivo do antipapa e de seus comparsas é dinamitar a doutrina católica e, em especial, qualquer referência, mesmo remota, à castidade.

Eis o objetivo.

Uma enorme farsa num sinédrio que é uma farsa maior ainda.



Um comentário: