Pesquisar este blog

domingo, 20 de setembro de 2015

Antipapa inicia a demolição das liturgias orientais

Annibale Bugnini, Grande Arquiteto da missa Novus Ordo

Não contente de emporcalhar até o limite do impossível a liturgia ocidental, nosso querido antipapa pôs mãos à obra para avacalhar também os ritos orientais, que, contra ventos e marés, conseguiam até agora preservar as suas santas tradições.

Para tanto, o rotariano argentino nomeou como presidente da Comissão Especial para a Liturgia das Igrejas Orientais o arcebispo Pietro Marini, discípulo e secretário particular do nefando Annibale Bugnini, grande arquiteto da missa Novus Ordo. Aqui.

Logo, logo, veremos por aí também a Santa liturgia de São João Crisóstomo substituída pelos parabéns a você, as partidas de bingo e as misericordiosas coreografias funk.


2 comentários:

  1. Caro Luís,

    Veja o nível de deboche, de escracho, de canalhice a que esse pulha, vigarista, apóstata maldito chamado Jorge Bergoglio chegou! O desgraçado está rindo à toa, tripudiando cínica e perversamente de nós. Quando digo "nós" refiro-me precisamente ao que sobrou de católicos no mundo.
    Comprove você mesmo: http://fratresinunum.com/2015/09/23/sinal-dos-tempos-um-papa-ter-que-confirmar-que-e-catolico/. Se eu pudesse traduzir em imagens as palavras ditas pelo indefectível antipapa, eu diria que vi, com nitidez estonteante, Satanás gargalhando da nossa cara.

    Olha... será duro, penoso, dilacerante suportar esta besta vomitando por aí sabe-se lá até quando... Kyrie eleyson.

    Abaixo, segue meu comentário CENSURADO pelo site Frates in unum. Lá, pelo visto, ainda é tabu chamar o antipapa de... antipapa.

    ---//---

    Ué?! Mas a esta altura dos acontecimentos alguém ainda duvida que ele é um ANTIPAPA??? Vejamos a seqüência: renuncia inválida (Bento XVI a faz sob pressão causticante - fato; a renúncia, se houver, deve ocorrer sem a mais mínima pressão ao Pontífice - Código de Direito Canônico); eleição fraudulenta (relato de Antonio Socci - fraude no conclave); comportamento obsceno (é preciso comentar?); doutrina retirada de boca-de-fumo (novamente: é preciso comentar?)... A existência de pessoas que ainda duvidem da ilegitimidade desse senhor é que é de se espantar, só podendo ser explicada pela confusão dos tempos, assim definida por Nosso Senhor Jesus Cristo: "porque então a tribulação será tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será. Se aqueles dias não fossem abreviados, criatura alguma escaparia; mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados.”

    Continua...

    ResponderExcluir
  2. Continuação...

    Não fiquem atentos não, passando a mãozinha imprevidentemente na cabeça desse impostor celerado, e verão aonde vão parar. Observem o que disse Nosso Senhor, versículos antes à passagem citada acima: “Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. E, ante o progresso crescente da iniqüidade, a caridade de muitos esfriará. Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo. Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim. Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominação da desolação que foi predita pelo profeta Daniel (9,27) - o leitor entenda bem - então os habitantes da Judéia fujam para as montanhas.”. A nossa Judéia aqui é outra: devemos fugir dessa falsa igreja ou contra-igreja, como diria o Venerável Fulton Sheen, dessa caricatura grotesca da Santa Igreja Católica. Mas, afinal, o que é que diz Daniel (9,27)? Vejamos: “Nos tempos de aflição, depois dessas sessenta e duas semanas, um ungido será suprimido, e ninguém (será) a favor dele. A cidade e o santuário serão destruídos pelo povo de um chefe que virá. Seu fim (chegará) com uma invasão, e até o fim haverá guerra e devastação decretada. Concluirá com muitos uma sólida aliança por uma semana e no meio da semana fará cessar o sacrifício e a oblação; sobre a asa das abominações virá o devastador, até que a ruína decretada caia sobre o devastado.” Um doce para quem descobrir quem é o ungido suprimido. Obviamente, o Papa Bento XVI – um papa verdadeiro, portanto ungido. Agora, quais são a cidade e o santuário destruídos? O Vaticano, claro, ao mesmo tempo cidade e santuário. E então, quem são o povo e o chefe que virão para destruí-la? A gangue do sr. Bergoglio, que invade a cidade e o santuário provocando guerra e devastação até o seu fim. Para tanto estabelecerá “com muitos uma sólida aliança”, na qual, no meio-tempo desta, cessará o “sacrifício e a oblação” (faria o iminente acordo com FSSPX parte dessa “sólida aliança”? E a interrupção do sacrifício e da oblação, no meio-tempo desta aliança, não seria a perseguição e interdição à Missa de sempre?). De mais a mais, não nos esqueçamos da profecia do Francisco legítimo, que anuncia a chegada de um destruidor (“devastador”?) “nos tempos de aflição”: “Na época dessa tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.

    “Então escândalos se multiplicarão, nossa Ordem se dividirá, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque aprovarão o erro ao invés de combatê-lo.

    “Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão sob os pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Jesus Cristo lhes dará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor.”

    Portanto, não sejamos tolos ao ponto de negar a realidade que se escancara diante de nós. Este homem que ocupa, ou melhor, que usurpa a Cátedra de Pedro é, mil vezes provado, um homem maligno, um apóstata perigoso, um destruidor da Fé. Não nos deixemos levar pelo engano, pela lábia da língua dupla da serpente. Vigiemos e oremos para que Nosso Senhor Jesus Cristo e a Santíssima Virgem Maria nos proteja e nos afaste de todo o mal, nos iluminando em nossas decisões.

    Léo Oliveira

    ResponderExcluir