Pesquisar este blog

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Rito Bracarense - Glória da Igreja portuguesa





É preciso reconhecer que nos últimos 50 anos o mundo lusófono não teve uma participação muito brilhante na história da Igreja. Curiosidades teratológicas como Braz de Elvis, Boff, Arns, Hummes e outros constituem níveis abissais de espiritualidade dificilmente superáveis, negativamente. Para não falar, num contexto mais amplo, de coisas como Macedos, bispas Sônias et alii, também insuperáveis no que se refere à corrução da mensagem de Cristo.

Nem sempre foi assim, porém.

Prova disso é o rito bracarense, liturgia multissecular que a sabedoria do Concílio de Trento soube preservar quando da unificação das liturgias ocidentais ao redor do Rito Romano.

Evidentemente, o tsunami da Grande Avacalhação pós-conciliar foi um rude golpe para o rito de Braga. Mesmo assim, ele ainda sobrevive, como provam os vídeos acima, não só nas salas de concerto como na vida litúrgica de Braga e de Portugal.

Deo Gratias.

4 comentários:

  1. De facto, a participação do mundo lusófono na História da Igreja, nos últimos cinquenta anos, não tem sido nada brilhante; porém, reconheça-se glória ao Brasil pelo santo bispo que foi D. António de Castro Mayer e pelo génio intelectual defensor da tradição que teve na pessoa de Gustavo Corção.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, principalmente no que se refere a Gustavo Corção.
      Quando o li pela primeira vez, fiquei impressionado com a qualidade do texto. Ao acabar o livro - acho que era Lições de Abismo - corri até a história da literatura brasiliera do bergogliano Alfredo Bosi, que na época se pavoneava pelos corredores do poder acadêmico apresentando-se como "intelectual católico". Levei um susto ao ver que o nome de Corção não era sequer citado. Foi a primeira vez que senti na pele o visceral ódio bergogliano pelas coisas de Cristo.

      Excluir
  2. Se GUSTAVO CORÇÃO... ALCEU AMOROSO LIMA...D.MARCOS BARBOSA....fossem vivos hoje
    em dia,...estivessem aqui no planetinha,...estariam
    tristes e...escandalizados com a "igrejola" ber-GOG-liana...!!! Com certeza.
    DEUS os poupou de ver essa lastimável situação..!
    Que eles rezem por nós! Amém.
    Descansem na Paz de JESUS. Amem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marie,
      Concordo 100% quanto a Gustavo Corção, um pouco menos quanto a Dom Marcos Barbosa e não concordo quanto ao Tristão de Ataíde, que teve uma participação lamentável na implantação da Grande Avacalhação no Brasil. Que a terra lhe seja leve!

      Excluir