Pesquisar este blog

sábado, 25 de julho de 2015

Oficial: antipapa apoia teoria do gênero


Preto no branco.

Em documento promovido e assinado pelo antipapa, conjuntamente com 70 prefeitos de grandes cidades do mundo inteiro (aqui), o Vaticano declara defender políticas de gender equality, igualdade de gêneros.

Ou seja, para Berggy and His Berggyboys, tanto faz ser heterossexual ou homossexual, travesti ou "transgender", está tudo valendo e tudo é festa.

Ou seja, todo o ensinamento do Filho de Deus em matéria de sexualidade, que Lhe custou a Paixão e a morte na Cruz, não passava de bobagens criptolefebvrianas, hoje finalmente corrigidas por nosso querido antipapa e seus capangas, com ou sem peruquinha.

Ou seja, ou Berggy é realmente papa, e então tudo o que a Igreja ensinou desde os Apóstolos está absolutamente errado, ou Berggy não passa de mais um picareta na longa série de antipapas que tem assolado a Igreja desde os primeiros séculos.

Escolham.

Berggy reivindica o título de bispo de Roma. Com a declaração sobre o gender, o máximo que pode pretender, com justiça, é o título de bispo de Rodoma, a Roma bergogliana sodomizada.

2 comentários:

  1. Ele...Ber-GOG-lio pode ser também,com propriedade,....o "bispo de...GOMORROMA!!!
    Ter dois títulos sodogomorrentos...só mesmo
    BERGGIE poderia ter...! Ui..ui..! Cú-ru-úúzes!!
    ��

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem lembrado, Marie. Ou bispo de Rodoma e Gorroma. :)

      Excluir