Pesquisar este blog

quinta-feira, 9 de julho de 2015

O antipapa, a foice e o martelo e o Crucificado


Berggy and his Berggyboys, com ou sem peruquinha, agora em turnê pela América do Sul, levando aos hermanos o seu Big Time show de avacalhação da Fé católica.
Na foto, o antipapa recebe de Evo Morales, com um belo sorriso, pouco depois de saborear um chá de folhas de coca, a imagem do Crucificado sobre a foice e o martelo.
Se sob a foice e o martelo foram assassinados dezenas de milhões de cristãos, agora resta a Berggy and his Berggyboys terminar o trabalho, avacalhando de vez a Fé transmitida pelo Verbo aos Apóstolos, ao preço do seu sangue. O que está sendo feito com precisão exemplar.
Bom trabalho, Berggy!

PS: Após a difusão do escândalo, os bombeiros neoconservadores logo saíram em defesa do antipapa, como sói, dizendo que ele não gostou do presente e teria até balbuciado uma reclamação ao receber a geringonça sacrílega da mão do cocainômano presidente.
Mas (1) se é que houve mesmo a tal timidíssima reclamação, inaudível em todos os vídeos, ela foi logo seguida pelo sorriso obsequioso que vemos na foto acima; (2) a concepção dessa medonha agressão à Fé foi de um jesuíta executado pelas Forças Armadas bolivianas, cujo túmulo recebeu as homenagens do antipapa antes de se encontrar com o cocainômano. Berggy, portanto, sabia muito bem em que se estava metendo; (3) de qualquer forma, portanto, o antipapa aceitou esse ultraje público à pessoa do Nosso Salvador; (4) o que fica ainda mais claro lendo a defesa do blasfemo crucifixo feita pelo porta-voz oficial do antipapa, pe. Lombardi..



PS2: O antipapa não só aceitou o presente sacrílego de Evo Morales e uma condecoração com o mesmo símbolo, como dedicou tal condecoração à Santíssima Virgem, com palavras de elogio ao governo que a ofereceu "como símbolo de carinho e proximidade" (aqui). Á bofetada em Cristo não podia faltar a bofetada em sua Santíssima Mãe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário