Pesquisar este blog

sexta-feira, 8 de maio de 2015

Preparem suas catacumbas: Hilary Clinton vem aí


Hilary Clinton, futura presidente dos EUA, ou pelo menos, o que é a mesma coisa, a candidata favorita de Wall Street e de Hollywood para o cargo, avisou que vai usar os poderes coercitivos do Estado para mudar os dogmas  contrários ao aborto  (aqui, aqui ou aqui, por exemplo). Semelhanças com o programa misericordioso de reforma dos dogmas  de nosso querido antipapa são mera coincidência, claro.

Em seu primeiro discurso como candidata à presidência, numa reunião de feministas em Manhattan, física e espiritualmente bem pertinho de Wall Street, Hilary disparou:

Mulheres demais veem seu acesso negado à saúde reprodutiva e ao parto seguro (eufemismo por aborto), e as leis não valem muita coisa, quando não são aplicadas. As leis devem ser amparadas com recursos e vontade política. E os códigos culturais arraigados, as crenças religiosas e as simpatias estruturais têm de ser mudadas.

Isso num país em que o aborto é permitido por qualquer motivo, em qualquer estágio da gravidez. Mas Hilary, a insaciável, quer mais, muito mais.

Note-se que com essas palavras Hilary declara guerra não só à Igreja Católica, mas a muitas outras tradições religiosas, pois, com exceção do judaísmo, todas elas condenam o aborto.

Amigos católicos e antibergoglianos em geral, preparem suas catacumbas. Hilary vem aí.

PS: As palavras de Hilary pegaram mal nos EUA. Mas pouco importa. Logo, logo Berggy vai estar lá em visita oficial, e oportunidades não faltarão para sorridentes fotos entre os dois megastars da Nova Ordem Mundial, com ou sem camisa de futebol. O que basta para tirar da cabeça do bergogliano médio qualquer criptolefebvriana dúvida sobre a santidade da candidata à Casa Branca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário