Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de maio de 2015

O que ainda sustenta Bergoglio no Vaticano


"Se algum de nós tivesse tido a coragem de se levantar durante a enumeração e deixar a Sala Clementina, creio que teríamos todos partido, ou quase, direita e esquerda, jovens e velhos", observa com amarga suscetibilidade o meu interlocutor. Sem se esquecer de me recomendar mais uma vez: "Principalmente não publique o meu nome! Você me garante isso?"

Palavras de um alto prelado, provavelmente um purpurado, sobre a humilhação pública a que o antipapa submeteu os cardeais da Cúria no Natal passado, citadas aqui.

Ou seja, o único esteio do antipapa é hoje a covardia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário