Pesquisar este blog

sábado, 2 de maio de 2015

Heresias, massacres e a caligrafia de Deus


Eugenio Scalfari, grão-vizir dos mainstream media italianos e chapa de Jorge Bergoglio, julgou dar o golpe de misericórdia em dois mil anos de Cristianismo ao revelar que o antipapa reinante nega a existência do inferno e a imortalidade da alma. Na verdade, apenas ajudou a tornar óbvia e ululante a heresia reinante hoje no Vaticano. A Fé agradece.

Aqueles que têm interesse em fomentar o infame clash das civilizações, jogando cristãos contra muçulmanos e muçulmanos contra cristãos, no que julgam ser um lance genial, na verdade apenas mostram a quem tem olhos para ver, mais uma vez, que qualquer compromisso com o mundo, qualquer irenismo é essencialmente falso, e que o caminho de Jerusalém é o caminho da Cruz.

O demônio, quando pregava Cristo na Cruz, julgava dar xeque-mate naquele que jurara não servir, mas na Verdade cumpria a Sua vontade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário