Pesquisar este blog

domingo, 8 de fevereiro de 2015

Defesa e ataque


Se Bergoglio fosse realmente papa, teríamos numa só pessoa o defensor da Fé e o seu mais furioso agressor.
Ai meu princípio de não contradição!

Nenhum comentário:

Postar um comentário