Pesquisar este blog

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Bomba: jornal da Conferência Episcopal Italiana confirma que uma conjuração forçou Bento XVI a renunciar


Como este blog tem proclamado há vários meses  - voz que clama no deserto -, a existência de uma conjuração vaticana para depor Bento XVI foi confirmada hoje por ninguém menos do que o diretor do jornal Avvenire, órgão dos bispos italianos. É o que se pode ler no blog de Antonio Socci (aqui).

Diz Marco Tarquinio à página dois de seu jornal que há "ambientes que, pelos costumeiros motivos de poder e de prepotência, traíram e conspiraram para eliminar o papa Ratzinger, embora reconhecendo-o 'fino teólogo', e o forçaram à renúncia".

Ora, a renúncia papal não pode ser forçada. Segundo o Direito Canônico, para ser válida, ela tem de ser absolutamente livre.

Note-se que Tarquinio é fanático defensor de Bilderbergoglio, o que transforma essa afirmação numa prova cabal do crime.

Se ainda havia alguma dúvida sobre a legitimidade ou não da eleição de Bergoglio, ela acabou hoje.

Bergoglio é um impostor,

O papa reinante é Bento XVI.

Viva o Papa! Viva Bento XVI!!


2 comentários:

  1. Eu nunca tinha pensado nessa possibilidade. Mas diante dessa pressão global da agenda esquerdista e lembrando o caráter firme de Bento XVI... Que tragédia... Em que profunda tristeza se afunda a Igreja com essa conivência.

    ResponderExcluir