Pesquisar este blog

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Bergoglianos e modernistas


Equiparar Jorge Bergoglio, o elegante Braz de Elvis, Maradiaga, Baldisseri ou Kasper a gente séria como Blondel, Guitton, De Lubac ou Bergson é um insulto grosseiro e imperdoável a esses últimos.

Numa crise sem precedentes como a de hoje, é preciso muita luz para poder enxergar o nó a desatar. E pôr todos esses nomes no mesmo saco dos "modernistas" é apagar todas as luzes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário