Pesquisar este blog

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Bomba: nova mensagem de Bento XVI contra Jorge Bergoglio

Mais um lance na partida de xadrez entre Bento XVI e Jorge Bergoglio: divulgada mensagem de Bento XVI aos estudantes da Universidade Urbaniana de Roma (aqui o texto original italiano de Korazym).

Nela, o Papa - que assina mui simplesmente Bento XVI - ataca com energia e clareza as posições-chaves do bergoglismo, no que se refere à relação entre a Caridade e a Verdade.

Perguntam-se muitos hoje, dentro e fora da Igreja: a missão continua sendo mesmo atual? Não seria mais certo ficar no diálogo entre as religiões e servir a causa da paz no mundo? A contrapergunta é: Pode o diálogo substituir a missão? Muitos há, de fato, que julgam que as religiões devam respeitar-se e, no diálogo entre elas, constituir uma força comum de paz. [Já ouvi essa história antes, mas não consigo lembrar quem era...] Nesse modo de pensar, na maioria das vezes se pressupõe que as distintas religiões sejam uma variante de uma única e mesma realidade, que 'religião' seja um gênero comum que assume formas diversas segundo as diferentes culturas, mas expressa uma mesma realidade. A questão da verdade, que num primeiro momento motivou os cristãos mais do que todos, é colocada entre parênteses. Pressupõe-se que a autêntica verdade de Deus, em última análise, é inalcançável e que, no máximo, só se pode fazer presente o inefável com uma variedade de símbolos. Esta renúncia à verdade parece real e útil para a paz entre as religiões do mundo. Mesmo assim, continua sendo letal para a fé.

Tapa na cara mais direto, impossível. Deve estar ardendo até agora.

Um comentário:

  1. Não sei, mas tenho a leve impressão que esses fatos só trazem mais confusão para a Igreja. Que Deus nos ajude e que Nossa Senhora rogue a ele por nós.
    Emanoel

    ResponderExcluir