Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Bergoglio: Judas, tadinho, não era mais pecador que os outros apóstolos



É o que se pode ler no site do Vaticano hoje:

"Como dizia Paulo, esta Igreja foi edificada sobre o fundamento dos Apóstolos. Ele escolheu doze, doze pecadores. Judas não era o maior pecador, não sei quem era o mais pecador. Judas, pobrezinho, foi o que se fechou ao amor e por isso se tornou traidor, mas todos fugiram no momento difícil da Paixão e deixaram Jesus sozinho. Todos eram pecadores, mas Ele escolheu".


De uma só penada e um só coice, Berggy redime Judas Iscariotes, esse injustiçado, e corrige os Evangelhos, segundo os quais o reacionário, neopelagiano e criptolefebvriano São João não teria traído a Cristo durante a Paixão.

Os bispos são os sucessores dos apóstolos, e alguns deles, como demonstra com exuberância Jorge Bergoglio, também sucessores do bom Judas Iscariotes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário