Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Vem aí o novo Evangelho segundo Jorge Bergoglio

Cardeal Braz de Elvis

Como foi noticiado há alguns dias, o nosso querido Bergoglio determinou que a constituição Sponsae Christi, do Papa Pio XII, de gloriosa memória, seja reescrita. A razão evocada é que se trata de um texto pré-conciliar e, portanto, ultrapassado.

A notícia causou frisson entre as fileiras dos Berggyboys vaticanos, e logo se comentava que já está sendo encomendado um substituto misericordioso e mais adaptado às necessidades espirituais da mulher moderna para mais uma velharia neopelagiana e pré-bergogliana: os Evangelhos.

Na nova versão, Jesus não será nem preso, nem torturado, nem crucificado. Pelo contrário. Judas Iscariotes, finalmente compreendido e redimido, articulará uma reunião de confraternização entre Jesus, Caifás, Herodes e Pôncio Pilatos, na qual será marcado um jogo de futebol entre o time de Jerusalém e a seleção da Galileia, para resolver os possíveis mal-entendidos entre as partes. A renda será  revertida para um fundo pela reconstrução de Sodoma e Gomorra, injustamente destruídas num acesso de homofobia do Deus pré-conciliar e preconceituoso. O que é compreensível, já que na época o Onipotente ainda não podia contar com a sabedoria inclusiva do nosso querido Berggy, o que O deixava um tanto perdido. Perdoai-O, Bergoglio, Ele não sabe o que faz!

E, é claro, tudo termina com uma bella pizza! Saluti São Jorge!

Numa escolha feliz e merecida, a redação do novo Evangelho será confiada ao elegantérrimo cardeal Braz de Elvis. Não resta dúvida de que, sob a pluma e os paetês do nosso felliniano purpurado, os personagens da Paixão terão um look muito mais despojado e wild, com predominância de tons metálicos de pink e madeira. Um luxo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário