Pesquisar este blog

domingo, 24 de agosto de 2014

Bergoglio, a concepção futebolística da história e a heresia da banalidade


Comentando a vertiginosa ideia bergogliana de promover uma partida de futebol pela paz enquanto o Oriente Médio se debate em meio ao fogo e ao sangue, diz Christopher Ferrara, do Remnant, acerca da concepção futebolística da história defendida pelo jesuíta argentino:

O que podemos dizer? Em meio a esta nova intensificação da  crise pós-conciliar na Igreja, assistimos à sua humilhação por algo completamente novo, mesmo em meio a um mar de novidades desastrosas: a heresia da banalidade.
A "Igreja do diálogo" está em vias de se tornar completamente irrelevante - e isso sem uma única mudança na verdadeira doutrina oficial da Igreja. Jamais a Igreja Católica assistiu a tamanho mistério de iniquidade, ante o qual até mesmo a heresia ariana, que chegou a ameaçar destruí-la, parece bobagem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário