Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Bergoglio libera a comunhão para adúlteros e revoga o sexto mandamento


Bergoglio antecipou-se ao sínodo contra a família e já liberou a comunhão de adúlteros.

Ou seja, foi revogado o sexto mandamento.

É o que se lê em Religión Digital, site progressista espanhol.

Uma argentina que vive há 19 anos com um homem divorciado escreveu  há alguns meses uma carta ao ex-bispo de Buenos Aires, em que exprimia sua angústia ante a impossibilidade de comungar.

Nesta segunda, recebeu um telefonema de Roma, de um homem que se identificou como o "padre Bergoglio". No telefonema, a mulher foi comunicada de que podia comungar, já que "não fazia mal a ninguém". O que contraria frontalmente os ensinamentos de ninguém menos que Jesus Cristo.

Interessante. Como o pecado é uma ofensa a Deus, se a mulher não ofende a ninguém, das duas uma: ou o adultério não é mais pecado e a Bíblia e Jesus Cristo estavam errados, ou Deus não é ninguém e estamos conversados. Comamos e bebamos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário