Pesquisar este blog

sexta-feira, 7 de março de 2014

Walter Kasper e o hospital de campo de Bergoglio


Um hospital de campo em que aos doentes, feridos e moribundos se diz que estão bem assim como estão. De voltar ao estado de saúde inicial nem se fala, e de remédios, principalmente se de gosto desagradável, ainda menos. Se quisermos usar a metáfora cara ao papa Francisco, que entrou no imaginário coletivo católico a golpes de mídia e homilias, não se pode definir de outra maneira o sentido do relatório com que o cardeal Walter Kasper abriu o consistório sobre a família. (...) Todo o seu raciocínio não tem como centro a recuperação das ovelhas que fugiram do rebanho e as causas dessa fuga, mas a necessidade de se adequar à nova situação. O pastor não só deve ter o cheiro de suas ovelhas, mas principalmente das que partiram.


(Alessandro Gnocchi e Mario Palmaro, em Riscossa Cristiana acerca do discurso do teólogo protestante Walter Kasper na abertura do Consistório contra a família)

Nenhum comentário:

Postar um comentário