Pesquisar este blog

sábado, 8 de março de 2014

O Crucificado e um ano de Bergoglio


A grotesca imagem do banner de hoje do site noticioso oficial do Vaticano, News.Va, oferece um resumo ideal do que foi o primeiro ano do pontificado de Jorge Bergoglio.

Em primeiríssimo plano, como convém a um superstar da globalização, o papa Francisco, sorridente, feliz da vida com os avanços na avacalhação definitiva da Igreja e com a resistência nula que tem encontrado.

Atrás, fora de foco, deformado e de feições borradas, o Crucificado.

Entre os dois, não cabe nenhuma dúvida sobre a quem pertence a primazia: o papa Francisco ocupa  inconteste o primeiro lugar.

Tendo às costas a tortura infinita do Verbo crucificado por nossos pecados, Jorge Bergoglio sorri, despreocupado. Nem lhe passa pela cabeça mostrar um pouco de compostura junto à imagem do Nosso Deus e Salvador em agonia. Crucifixo ou poster do Messi, tanto faz, a expressão seria a mesma.

Fotos como essa, de risadas e até gargalhadas diante do Crucifixo, infelizmente tão comuns, mostram como na Igreja de Bergoglio  a Cruz perdeu toda significação. Não passa de um objeto de decoração.

Um perfeita síntese do pontificado bergogliano.

As perspectivas para o segundo ano são ainda mais lúgubres.

Kyrie eleison, Christe eleison, Kyrie eleison.




Nenhum comentário:

Postar um comentário