Pesquisar este blog

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Obama fecha embaixada americana no Vaticano


Em resposta às tímidas críticas da Igreja ao seu  governo, Barack Obama decidiu fechar a embaixada americana no Vaticano. A medida é uma represália contra os ataques da Igreja americana ao programa Obamacare, que quer obrigar todas as empresas, inclusive as católicas, a pagarem programas de contracepção e aborto  para seus funcionários, sem poderem recorrer à objeção de consciência.
O que significa tornar obrigatória para todos os americanos a cumplicidade no grande massacre de crianças patrocinado pelo Estado "líder do Ocidente".
Mais um tapa na cara dos católicos americanos.
Mas não era de esperar outra coisa. É sabido que hoje o Ocidente é apenas a parte do mundo dominada pelo Grande Oriente e que Obama é só mais uma marionete nas mãos deles.
De qualquer forma, já vai tarde. Não há como negar  que a saída dos diplomatas da grande potência satânica vá tornar um pouco mais respirável o ar esfumaçado da Santa Sé. Já está mais do que na hora de ver Pedro romper os laços com os devotos de Belzebu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário