Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Rafael Correa, presidente do Equador, resiste às pressões dos assassinos de bebês


O presidente do Equador, Rafael Correa, ferrenho opositor da abertura da temporada de caça aos bebês em seu país - também conhecida como financiamento público do aborto-, ameaça romper com seu partido, AP, uma espécie de PT equatoriano, por causa das pressões internas que vem sofrendo dentro do partido. É o que se lê no site espanhol Infocatolica.
Nota-se que Martas Suplicys existem em toda parte, e o Equador não é exceção.

Parabéns ao presidente Correa, e esperamos que aguente firme na sua defesa das crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário