Pesquisar este blog

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

De omnibus dubitandum


Como eu sei que existe (existiu) um passado, já que ele jamais é dado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário