Pesquisar este blog

sábado, 31 de agosto de 2013

Barack Obama organiza mais um banho de sangue na Síria


O boçal e sanguinário presidente americano Barack Obama acaba de declarar guerra à Síria. 

Como os outros países muçulmanos "libertados" pelos EUA recentemente, Iraque e Líbia, dentro de alguns dias teremos uma Síria reduzida a ruínas.

A razão é a mesma que serviu para transforma o rico Iraque num monte de detritos habitado por crianças famintas: o suposto uso de armas químicas pelo governo. A máfia imperial tem tamanho desprezo pela humanidade que nem se dá ao trabalho de inventar outra desculpa mais plausível. Gado é gado.

Pouco importa que o governo russo tenha fotografado o lançamento das armas químicas de um acampamento "rebelde" financiado pelos mesmíssimos EUA. Nada como mais uma operaçãozinha de bandeira falsa, como o 11 de setembro, para destruir a Síria, um dos dois países ainda não completamente subordinados à máfia mundialista. O outro é o Irã. O próximo na fila para ser "libertado".

Depois as pessoas não entendem a razão do ódio dos povos muçulmanos aos cristãos. Desinformados pela mídia mafiosa que desinforma também por lá, esses povos atribuem esses crimes monstruosos ao Cristianismo. Uma tragédia, pois todos sabem que os verdadeiros cristãos não têm NENHUMA participação nem interesse nessas monstruosidades.

Que Deus tenha piedade do pacífico povo da Síria, terra das mais altas tradições do Cristianismo.

E que mais esse crime possa servir de caminho de Damasco para nós, vergonhosos habitantes da Sodoma ocidental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário