Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Parada gay, Copa do Mundo e Carnaval, sim; transporte popular decente, não


Sobre os conflitos de rua em São Paulo, é interessante notar que, chegados ao poder, os "revolucionários" que tanto se opuseram à "ditadura militar" em nome dos "interesses populares", hoje se limitam à mais imperial política do panem et circenses, financiando paradas gays, Copa do Mundo, Olimpíada, clubes de futebol, shows de rock, Carnaval, a distribuição de preservativos gratuitos para adolescentes e comemorações do dia da prostituta.

Quanto aos que realmente defendem os interesses populares, como transporte decente e barato, esses continuam a levar bordoada. A única diferença é que hoje a polícia pode sentar a borracha à vontade que nenhum lobby de pretensos intelectuais vai dizer nada. Estão todos ocupadíssimos contando o dinheiro das aposentadorias e indenizações. O pouco tempo que lhes sobra, eles passam vendo na Globo minisséries onde aparecem como heróis. Minisséries generosa e revolucionariamente patrocinadas pelo City Bank e pelo Itaú, é claro.

Essa esquerda chapa-branca brasileira é realmente de vomitar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário