Pesquisar este blog

domingo, 16 de junho de 2013

Frei Antônio das Chagas e os bens do século


Se discorremos pelas honras, que são mais que um risco que se compra por uma vaidade que não dura? Se nos enlevam as grandezas, que são mais que uns precipícios, donde se sobe a ignorância para despenhar-se a modéstia? Se nas riquezas nos detemos, que podem ser mais que uns venenos, que nos douram o que nos custam, por adoçar o com que matam? Se as fermosuras nos cegam, que são elas mais que umas flores  a que a manhã serve de berço e a tarde de sepultura?
Cartas Espirituais, CI

Nenhum comentário:

Postar um comentário