Pesquisar este blog

sábado, 26 de janeiro de 2013

Intelectuais e efeito manada

Diana Mutz

Num livro brilhante, Hearing the Other Side, mostra a professora americana Diana Mutz, da Universidade de Pennsylvania, que as autoproclamadas elites culturais se expõem menos a opiniões divergentes do que os públicos de menor estatuto acadêmico.

Ou seja, entregues furiosamente ao conhecido ritual de lambeção recíproca, também conhecido como carreira acadêmica, os membros da elite se fecham numa câmara de eco em que só ouvem suas próprias vozes.

Essa notável constatação, paradoxalmente feita por uma professora universitária (uma vez não é costume), ajuda a explicar algo que há muito já foi observado pelas cabeças realmente pensantes do nosso sofrido planetinha: o curioso efeito manada exibido pelos soi-disant intelectuais.

Ou seja, quanto maior a pretensão, mais perto da mentalidade de boiada.

O que também ajuda a explicar a animalesca irreflexão que faz com que essas mesmas populações adotem unanimemente o ódio mais ignorante e feroz contra o Cristo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário