Pesquisar este blog

sábado, 27 de outubro de 2012

O Iluminismo e os sujeitos ocultos


Critica o iluminismo por relativa toda busca do absoluto, mas se esquece de se incluir na mesma crítica: "tudo é relativo" é contradição nos termos.

Não por acaso o sujeito histórico desse discurso também sempre optou pela sombra: é fundamento da maçonaria o ocultar-se.

O  mesmo se diga da sua máxima expressão filosófica, a filosofia crítica de Kant, que jamais revela como juízos sintéticos a priori possam criticar juízos sintéticos a priori: eis o sujeito transcendental oculto.

Daí também a deriva iluminista para o mais primitivo ocultismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário