Pesquisar este blog

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Há uma lei da Igreja que proíbe recusar a comunhão, diz bispo

O bispo expõe o Santíssimo a Fernando Haddad, autor do kit gay .
 Haddad comungou e até foi o leitor da Epístola da Missa.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o mirabolante Dom Fernando Figueiredo, famoso por concelebrar com o pe. Marcelo Rossi as divertidas missas do Terço Bizantino, brindou-nos com a seguinte pérola, para pasmo do Universo: 

"Às vezes recebo críticas: 'Você recebeu Fulano, ele nem é católico e o senhor o deixou comungar'. Há uma lei na igreja que, se a pessoa se aproxima para a comunhão, você não pode negá-la."


Embora tenha em alta conta a sabedoria do energúmeno prelado, creio que desta vez ele andou trocando as bolas. Não existe uma "lei da Igreja" que proíba negar a comunhão a quem se aproxime da hóstia. O que existe é uma lei maçônica que procura proibir os católicos de se aproximarem deste sacramento, pelo menos em sua forma tradicional e com as disposições mencionadas por São Paulo na Primeira Epístola aos Coríntios. 


É diferente!

Mas é compreensível a confusão. O contato quase diário com seu patrão rotariano na Rede Vida deve ter feito que ele confundisse essas duas instituições irmãs e quase indistinguíveis, a maçonaria e a igreja da Grande Avacalhação pós-conciliar, de que Dom Fernando é um dos luminares em nossas terras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário