Pesquisar este blog

domingo, 26 de agosto de 2012

Universidade e irrelevância espiritual


Não há saber sem sujeito que o unifique. E é isso o que nossos técnicos hiperespecializados jamais conseguirão fazer. Daí essa produção em grande escala de bugigangas intelectuais com que a Universidade submerge todos os dias qualquer possibilidade de consciência dos últimos fins do homem, algo que só Cristo nos pode dar.

Se ainda restar alguma dúvida sobre a miséria espiritual da Universidade, basta lembrar que a imensa maioria dos professores das grandes universidades não acredita sequer na existência do espírito, e adota um reducionismo fisicalista de quinta categoria. Prova maior de que nem suspeitam o que seja o espírito não pode haver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário