Pesquisar este blog

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Paul Valéry e o Mensalão



Dizia Paul Valéry que a formulação de leis é mais nobre função da linguagem.

Assistindo agora às deliberações do STF, a observação do poeta francês serve de parâmetro para medir o infinito: o processo de aviltamento que atingiu o Direito no Brasil.

Toda aquela prolixidade burra e narcisista, de quem tem como maior prazer ouvir o som da própria voz, posta a serviço do crime e da impunidade.

De vomitar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário