Pesquisar este blog

sábado, 18 de agosto de 2012

Maçonaria e liberdade de expressão



Vídeo estarrecedor, em que vemos um estudante da Universidade da Flórida, nos EUA, ser detido e eletrocutado em público durante uma palestra, depois de dirigir a John Kerry, - ex-candidato do partido democrata à presidência dos EUA em 2004 - a seguinte pergunta : É verdade que você e Bush fazem parte da mesma sociedade secreta? O rapaz dá mostras de ter terminado e querer se retirar, mas é imediatamente agarrado e em seguida imobilizado, algemado e eletrocutado em público por nada menos do que seis seguranças da loja maçônica Universidade, enquanto grita primeiro por socorro e, depois, de dor.

Naquelas eleições americanas, ambos os candidatos, George W. Bush e Kerry, eram membros ativos dessa omnipotente sociedade maçônica, e durante os debates de TV que precederam as eleições - ver abaixo - ambos admitiram o fato e ambos se recusaram a prestar esclarecimentos ao eleitorado americano. Fica claro que para esses boçais mafiosos o povo americano é o que menos conta, e só serve para ser bucha de canhão nas guerras iluminadas em prol da "Democracia". Como, a fortiori, o povo de todos os outros países.

Que uma sociedade secreta seja imperial o bastante para ter entre seus membros ambos os candidatos ao cargo supostamente mais poderoso do planeta (mas será mesmo?), certa o bastante da impunidade para prender e eletrocutar em público um estudante americano que ouse fazer uma pergunta sobre o assunto e, o que é pior, invisível o bastante para jamais ver o episódio mencionado pela grande mídia, mesmo tendo sido filmado por várias câmeras de diferentes ângulos, eis um bom termômetro do grau de totalitarismo manipulador a que nós, pobres terráqueos, estamos submetidos.


Note-se que o tenebroso criptocrata não mexe um dedo para proteger o rapaz  e tenta cinicamente dar sequência à palestra, enquanto o rapaz pede socorro e grita de dor pelos choques elétricos recebidos dos leões de chácara da loja maçônica Universidade.

Eis aí um grande caso de amor à liberdade de expressão!

Outro aspecto particularmente vomitivo do caso é a passividade da assistência e da comunidade acadêmica, sempre tão sensível quanto às suas liberdades - menos, é claro, quando se mexe com quem manipula os fiozinhos que movem seus pequenos cérebros domesticados.

Aqui vão as entrevistas em que os dois candidatos admitem ser membros da maçônica Skull & Bones e se recusam a falar a respeito.



Tradução:

- Vocês dois são da Skull & Bones, a sociedade secreta...
- Tão secreta que não podemos falar a seu respeito.
- O que isso significa para o país?
- (silêncio)
- Vai surgir uma teoria conspiratória...
- (risada amarela) É, eu vi na Internet.
- Número 322?
- (silêncio)



Tradução:
- Vocês dois são membros da Skull & Bones, uma sociedade secreta de Yale. O que pode nos dizer a respeito?
- Não muita coisa, porque é secreto (risada amarela).
- Há um aperto de mãos secreto, um código secreto?
- Gostaria que houvesse algo secreto que eu pudesse revelar...
- 322, o número secreto?
- Sei que há todo tipo de coisas secretas, mas uma coisa não é secreta: eu discordo da direção que este presidente está dando ao país e podemos fazer melhor que isso e pretendo fazê-lo.

Essas duas entrevistas deixam mais claro do que o sol que acima da política visível de mediocridades como Bush e Kerry funciona  o verdadeiro poder que move a máquina política nos EUA e, por conseguinte, no mundo. Trata-se de poder oculto, cuja violência e prepotência só têm igual na impunidade e na invisibilidade, que o tornam  imune a qualquer controle ou limitação.

Pobre planeta.

2 comentários:

  1. A maçonaria criou os Estados Unidos. Uma parte significativa dos founding fathers era maçom.
    Eu acho engraçado que as pessoas vejam estranheza nessas coisas. Os Estados Unidos são um país de de governo maçon, feito por maçons, para benefício da maçonaria e dos judeus.

    ResponderExcluir
  2. Não é bem assim. Nem sempre e nem em todos os lugares a maçonaria foi essa baixaria que é hoje. Houve tempos até em que o elemento católico chegou a predominar na Inglaterra. A maçonaria dos pais fundadores nada tinha a ver com a promoção da sodomia e a imposição de um império mundial. Ver, por exemplo, este vídeo de Charlotte Iserblytt, uma das maiores especialistas sobre sociedades secretas e Skull & Bones: http://www.youtube.com/watch?v=cFQD1bAsUlw&feature=related. Quanto a colocar todos os judeus no mesmo saco, também não é justo. Aliás, todos os meus amigos judeus são absolutamente contrários a essas coisas.

    ResponderExcluir