Pesquisar este blog

sábado, 7 de julho de 2012

Jesus crucificado entre o céu e a terra



Sendo infinita a distância que separa da perfeição divina a nossa miséria, para nossa salvação, era necessário que Deus descesse até nós, pois jamais poderíamos alcançá-lo com nossas próprias forças.

Mas também era impossível que Ele descesse à ignomínia humana: Deus não pode ser fã do Sílvio Santos, divertir-se em bailes funk ou participar de cultos da igreja universal.

Era preciso que ao descer, Ele também nos elevasse.

Daí a Cruz, entre o céu e a terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário