Pesquisar este blog

domingo, 27 de maio de 2012

Santo Agostinho e os dons do Espírito Santo


Se ninguém cumpre a Lei por suas próprias forças sem que Deus lhe dê o auxílio de seu Espírito, lembremo-nos de como o Espírito Santo se reveste da autoridade do número sete, segundo o santo profeta [Isaías], que nos ensina como o homem deve estar repleto do Espírito de Deus, do espírito de sabedoria e de inteligência, de conselho e de força, de ciência e de piedade, do espírito de temor de Deus. É por causa destas sete operações que o Espírito se vale do número sete. Como para descer até nós, começa pela sabedoria e acaba pelo temor. Mas nós, que subimos, começamos pelo temor e terminamos na sabedoria; pois o começo da sabedoria é o temor de Deus... No coração contrito e humilhado, Deus mesmo colocou os degraus para nos elevarmos até Ele. Pois assim diz o Salmo: Ele edificou em seu coração, no vale de lágrimas, escadas para o lugar que preparou. Onde é feita a ascensão? No coração. Mas de onde partimos? Do vale de lágrimas. E até onde nos elevamos? Até o lugar que Ele preparou. Que lugar é esse, senão um lugar de repouso e paz? Lá reside aquela sabedoria que jamais se altera. É por isso que, para nos instruir, desceu por degraus da sabedoria ao temor. (Sermões)

Nenhum comentário:

Postar um comentário