Pesquisar este blog

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Teodiceia: o mal e o final feliz

Imagem Disney

Só se pode julgar do mal quando se tem a história inteira, o quadro completo. Como nos filmes em que o príncipe mocinho come o pão que o diabo amassou, só para ver todo o sofrimento redimido e compensado no final por um clássico casamento feliz para sempre com a princesa.

E, justamente, só Deus pode contar a história inteira.

Enquanto não a conhecemos, o mal será sempre apenas uma hipótese.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Sexologia e satanismo: Alfred Kinsey e Aleister Crowley


Uma imagem vale mais do que mil palavras.

Acima, o infame Alfred Kinsey, pai da sexologia, encontra-se com Kenneth Anger, chefe da igreja de Satã nos EUA, ambos em peregrinação à "abadia" de Telema, na Sicília, onde viveu Aleister Crowley, grão-mestre do satanismo, praticante da pedofilia e apologista do sacrifício ritual de crianças. Kinsey e Anger eram fervorosos seguidores do bruxo inglês, cujo retrato se pode ver sobre a parede, ao fundo..

Eis o espírito "científico" que está por trás da sexologia.

Apesar de inúmeras vezes desmascarada como pseudo-ciência, a sexologia continua rendendo dividendos aos seus seguidores. É o caso de Marta Suplicy, discípula de Kinsey, que valendo-se do prestígio "científico" do mestre, já conquistou altos cargos políticos em São Paulo e no Brasil.

Aos que leem inglês, recomendamos mais uma vez enfaticamente a visita ao site da Dra. Judith Reisman, pesquisadora americana e autora de diversos livros  de leitura absolutamente obrigatória, que desmascaram a fraude que está por trás das origens da sexologia. Neles é revelado o caráter criminoso da "pesquisa" de Kinsey, envolvendo a exploração de crianças em atos sexuais pedofílicos, a chantagem sobre a vida sexual dos que se opunham ao projeto, através dos dados colhidos nas enquetes, e a manipulação grosseira dos resultados para favorecer conclusões distorcidas.  Infelizmente, ao que parece, já não temos no Brasil nenhuma editora católica em atividade. Se houvesse, certamente a tradução dos livros da Dra. Reisman sobre Kinsey seria uma ótima pedida.

Enquanto isso não acontece, estamos preparando a tradução de uma carta da Dra. Reisman a João Paulo II, denunciando a convivência e a conivência entre setores do clero americano e a sexologia, pacto sinistro que esteve por trás do tsunami de escândalos que varreu a Igreja da América do Norte.

Para os que leem inglês, aqui vai o link para o pdf do livro de denúncia escrito pela Dra. Reisman. Enjoy.

Chesterton e a perda da Fé


"Quando os homens deixam de crer em Deus, nem por isso passam a não acreditar em nada. Passam a crer em qualquer coisa."

Juíza gay americana recusa-se a fazer casamentos heterossexuais


A juíza Tonya Parker, do Texas, recusa-se a fazer casamentos heterossexuais.
Segundo ela, trata-se de um protesto contra a proibição do "casamento" gay naquele estado.
A notícia original em inglês pode ser lida aqui.
Mais um passo na criminalização da heterossexualidade pela ditadura gay. Na cara dura.

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Matéria e espírito


Por um lado, o cérebro com seus trilhões de sinapses. Por outro, o espírito, pura manifestação do uno.

É possível contraste mais absoluto?

Da Fé a Satã


Para o povo, há um espaço de freagem entre a grande Fé medieval e o puro satanismo a ele impingido pelas sociedades secretas de hoje.
É o que sustenta o mundo. Mas até quando?

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Fé e castidade


A castidade é a prova dos nove da fé viva.

Maria e o chiqueiro universal


Num mundo enfim transformado em chiqueiro universal, irrigado continuamente pela descarga fecal dos colossais canos de esgoto do satanismo, das drogas, da pornografia, da prostituição, da maçonaria, da corrupção política, da especulação desenfreada, da desinformação generalizada, do crime organizado, nós católicos podemos não ter sempre as mãos totalmente limpas, mas sabemos voltar nossos olhos e nossas preces para quem, Imaculada, nos pode purificar e livrar  disso tudo.

O fedor é tamanho, que todos os que ainda vivem de oxigênio terão de correr até as igrejas para conseguirem um pouco de ar puro e se repararem das  inalações sulfurosas do mundo.

Por isso:

Ave Maria, cheia de Graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o Fruto do vosso ventre, Jesus: Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte.

AMÉM.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O areópago e o Concílio


Que será que teria acontecido se Paulo em seu discurso no Areópago tivesse declarado aos atenienses que eles não tinham direito a cultuar seus deuses? Just curious.

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Ateísmo, curiosidade histórica


O ateísmo é uma curiosidade histórica. Jamais teria obtido qualquer destaque  se com Sto. Tomás a metafísica não se tivesse tornado território papal. Daí a hipertrofia das ciências naturais, seguida da perda da noção do ser.

Você está sendo espionado no Facebook

Capa de The Village Voice

Em reportagem (em inglês) publicada na edição de 15/2 de The Village Voice, intitulada Rise of the Facebook killers (A ascensão dos assassinos do Facebook), o professor de Direito da Universidade de Columbia, NY, Eben Moglen, faz uma acusação pesada ao fundador do Facebook:


"O sr. Zuckerberg detém um recorde pouco invejável.  Provocou mais danos à raça humana do que qualquer outra pessoa da sua idade."


O fato é que, explorando a fragilidade dos homens em nossa época atomizada e o desejo de se abrir aos outros,  Zuckerberg criou a maior rede de espionagem de que o planeta tem notícia. O negócio é o seguinte:  eu lhe dou um espaço para se comunicar, mais alguns gadgets e em troca você se deixa espionar 24/7. Dóceis como sempre à voz do mestre,  as massas se deixaram seduzir às centenas de milhões.


Com o sucesso fulminante, Facebook prepara-se para se tornar pública pela módica quantia de 100 bilhões de dólares. Para se ter uma ideia do que isso significa, quando Google se tornou público, levantou só 23 bilhões de dólares.


Como uma rede social gratuita, que não cobra nada de seus filiados, pode custar tanto a ponto de equiparar-se a Disney, Goldman Sachs e Pepsi Cola? É simples:  eles vendem os dados pessoais dos seus 800 milhões de filiados. Tudo o que você faz no facebook é registrado, catalogado e posto á venda para quem pagar mais.


Mas com a tecnologia hoje disponível, seria fácil evitar isso. Seria fácil criar uma rede em que todos tivessem controle completo de seus dados e de sua privacidade. O professor Moglen convoca a todos os engenheiros de software para que se empenhem em criar uma nova rede segura que leve o criminoso Zuckerberger à merecida falência:


- O sr.  Zuckerberg merece imensamente a falência. Vamos providenciar isso.


Fica feito o convite.

Universidade e religião


A universidade - sobretudo no que toca as "ciências humanas" - é hoje em boa medida uma rede de amigos que se lambem e citam uns aos outros em troca de cargos e dinheiro.

Trata-se de uma rede horizontal, o que restringe seu escopo temporal: leem-se só os últimos textos produzidos pelos membros da rede, para estar "atualizado".

O que, somado ao analfabetismo vigente em relação à Fé da Igreja, produz efeitos cômicos. Ou melhor, eles seriam cômicos se não fossem profundamente trágicos.

Não é à toa que seja tamanha a maresia nos corredores das "humanidades". O real fere.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Mais duas versões do inacreditável Deo Gratias de Ockeghem para 36 vozes


Aqui vão mais duas versões do Deo Gratias de Ockeghem.

Uma do Hilliard Ensembvle, um dos mais prestigiosos e competentes grupos vocais de música medieval e renascentista. Esta versão, embora incompleta, tem a vantagem de deixar visualmente clara a divisão de vozes da requintada polifonia do mestre flamengo:


Outro pelo Coro da Rádio Flamenga da Bélgica:



Mas a melhor continua sendo a versão do Huelgas Ensemble, já publicada neste blog. O Huelgas faz refulgirem todas as belezas desta que é uma das mais ricas joias da história da música:

Quais são os dogmas católicos? IX: Os sacramentos em particular: Batismo e crisma


Segue a lista dos dogmas de fide segundo Ludwig Ott:

Batismo:

1. O batismo é um verdadeiro sacramento instituído por Jesus Cristo.
2. A matéria distante do sacramento do batismo é a água natural comum.
3. O batismo confere a graça e a justificação.
4. O batismo opera a remissão de todas as penas, eternas e temporais, devidas ao pecado.
5. O batismo recebido válida, embora indignamente imprime na alma do batizado uma marca espiritual indelével, o caráter batismal, e não pode, portanto, ser reiterado.
6. O batismo de água (baptismus fluminis) é necessário à salvação para todos os homens sem exceção, desde a promulgação do Evangelho.
7. O batismo pode ser dado validamente por qualquer pessoa.
8. O batismo pode ser recebido validamente por qualquer pessoa ainda não batizada, em estado de via.
9. O batismo das crianças que não têm o uso da razão é válido e permitido.

Confirmação (crisma):

1. A confirmação é um sacramento verdadeiro e propriamente dito.
2. A confirmação imprime na alma uma marca espiritual indelével, o caráter, e não pode, por isso, ser reiterada.
3. Só o bispo é ministro ordinário da confirmação.


Aqui vão as outras seções dos dogmas de fide neste site:

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Decadência do Ocidente: a que ponto chegamos

Foto Reuters

Quem poderia imaginar tempos atrás que a civilização as we know it teria como último bastião a China, herdeira da mais bestial das revoluções?
E no entanto é o que vem acontecendo no CS da ONU. Vide o veto às sanções que abririam caminho a mais um massacre em nome das "populações indefesas" da Síria, na verdade forças financiadas e armadas até os dentes pelo Império do Mal, como na Líbia. A vitória dos mercenários, por sua vez, daria sinal verde ao anunciado genocídio do Irã, com milhões e milhões de mortes. A apoteose do Império!
O  exército americano, aliás, está entregando às tropas mercenárias sírias o que restou do material bélico de Khadafi, para ser usado contra as forças legítimas do presidente Assad.
Esse pessoal é mesmo de um insuperável refinamento na vileza.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

A complexidade humana e o fim do darwinismo




Apesar da musiquinha chinfrim, eis aí um belo vídeo que mostra claramente as impressões digitais de Deus na criação do homem.
Diante de maravilhas como essas, a hipótese darwiniana simplesmente desmorona. Que tamanha complexidade pudesse ser gerada por uma combinação de acaso e seleção natural é uma hipótese matematicamente absurda. Ela envolve um grau de improbabilidade tamanho, que equivale à impossibilidade. Quem estiver interessado nesta demonstração deve consultar os textos clássicos do grande matemático, filósofo e teólogo ortodoxo William Dembski.
Aqui é um bom lugar para começar.

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Impulsos internos ou espíritos dos ares

Apóstolo Paulo
Rembrandt

Da ideia de que somos dirigidos pela Graça celeste ou manipulados pelos espíritos malignos nos ares (Ef 6,12) à ideia moderna par excellence de que somos o joguete de impulsos internos inconscientes, só muda a metáfora espacial. Com a verdade teológica a menos, é claro.

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Cromodinâmica quântica e Deus


Querer que os alunos, partindo da contagem dos números nos dedos das mãos, cheguem por suas próprias forças aos últimos refinamentos da cromodinâmica quântica é no mínimo insensato.
Infinitamente mais insensato é querer elevar-se até o conhecimento de Deus pela só razão individual, pois a distância entre o conhecimento do homem e o de Deus é infinitamente maior do que a distância entre o conhecimento da criança que conta nos dedos e o do professor de cromodinâmica em Princeton.
O que mostra que todo aquele barulho contra o argumento de autoridade na filosofia moderna não passou de hipocrisia e bobagem. As usual.

Justiça, lógica e ditadura gay na cara dura



A Justiça brasileira acaba de condenar um sem-teto à prisão domiciliar.
Leia aqui.

A incompetência da (in)Justiça brasileira só tem igual na sua corrupção.

É essa gente que liberou no país - sempre sem que a população fosse consultada - o consumo de drogas, a prostituição infantil e está louquinha para proibir a Bíblia e o Cristianismo por homofobia.

E não é só a Justiça brasileira que apodreceu: ontem um alto tribunal da Califórnia, naturalmente dominado pelo lobby gay, anulou de uma penada o resultado de um plebiscito em que 7 milhões de cidadãos californianos haviam rejeitado a equiparação entre a união entre homossexuais e o legítimo matrimônio entre uma mulher e um homem. Ver aqui (inglês).

Não foi preciso alegar coisa nenhuma para sepultar em nome do deus do cu a soberania do povo nos EUA. Os próprios juízes que votaram pela cassação dos direitos políticos do cidadão americano se mostraram arredios a entrevistas depois de destruírem o pouco que ainda sobrava da velha democracia americana. Mesmo em nossos tenebrosos tempos, a desonestidade paga  à honestidade seu tributo de vergonha.

 Mas a mensagem ficou clara: a máfia no poder não vai recuar diante de nada para estabelecer a tirania de Sodoma no planeta. Nem mesmo diante da secular democracia americana. Vale tudo quando  se trata de defender o amplo geral e ilimitado direito (quando não dever) ao prazer anal, este que é o princípio supremo da Nova Ordem Mundial.

É a ditadura gay na cara dura, mesmo, já sem nenhum disfarce de democracia.
É o desprezo da humanidade no poder absoluto.


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Cristo e a elite do mundo


Para não deixar nenhuma dúvida sobre a radicalidade da oposição entre Cristo e o mundo, o Verbo escolheu ser condenado não por algum tiranete secundário e decadente, mas pelas duas instâncias mais altas da época: o Império Romano, o poder político clássico por excelência, na pessoa de seu procurador na Judeia, Pôncio Pilatos; e os sucessores de Aarão no sacerdócio do Deus de Abraão, Isaac e Jacó, reunidos no Sinédrio.
A condenação de Jesus não foi engano, lapso, mal-entendido, como alguns documentos publicados sob João Paulo II parecem sugerir.
É total a incompatibilidade entre Cristo e o mundo. Cristo é crucificado entre os dois pináculos do mundo, a Antiguidade Clássica e o Povo eleito de Deus.

A oposição ao mundo é essencial ao Cristianismo


A ideia de abrir a Igreja ao mundo, central na Grande  Avacalhação pós-conciliar, não é um erro como outro qualquer. A oposição entre a Igreja e o mundo é constitutiva da essência mesma do Cristianismo. Ou seja, há contradição interna no ato que se pretende ao mesmo tempo cristão e "aberto ao mundo".Cristo crucificado é o signo máximo da violência desse antagonismo, que torna impensável qualquer veleidade de compromisso.

Por exemplo, na perspectiva cristã, a pobreza é uma vantagem no caminho estreito que leva ao Reino. Assim, uma política pretensamente cristã que se concentre na erradicação pura e simples da pobreza material pode constituir-se num empecilho à Graça e redundar, portanto, num mal.

Não por acaso, as populações pobres e profundamente cristãs do sertão nordestino tinham uma vida muito mais santa e uma postura diante do mundo muito mais cristã do que seus descendentes da periferia de São Paulo, que, com suas televisões, geladeiras e notebooks, se convertem em massa à doutrina dos Sílvios Santos, Gugus e Edires.

A Europa riquíssima é palco da mais espetacular apostasia que o planeta já presenciou. O mesmo se diga dos outrora cristãos Estados Unidos da América. É o moço rico que se afasta de Cristo. A disseminação da droga tanto na Europa como Nos Eua dão a medida do desespero provocado pelo afastamento de Deus. Como não disse John Lennon, drogar-nos é um ato pelo qual medimos a nossa dor.

O mesmo se diga da medicina que mira tão somente à eliminação da dor e do desconforto. A dor tem valor positivo no cristianismo, quando dedicada à participação no sofrimento de Cristo na Cruz. Ora, toda a medicina funciona justamente para eliminar essa dor, mesmo que positiva. Não há, portanto, acordo possível entre o cristianismo e a medicina hedonista.

Se quisermos restaurar o Cristianismo, não podemos perder de vista essa oposição central, Igreja versus mundo. Sob pena de oferecermos a Cristo um cristianismo morno que não merece mais que ser vomitado.

Apoio aos PMs da Bahia


Este blog quer exprimir completo apoio ao movimentos PEC300 e aos grevistas da polícia militar baiana, que lutam por devolver aos policiais e bombeiros do Brasil a dignidade que o Império do Mal, sob a figura do governo PT versão Wall Street, lhes vem negando. A política da parceria Dilma e revista Veja é transformar a polícia em seguranças particulares de mafiosos e em leões de chácara de prostíbulos de luxo, entregando todas as demais funções policiais ao sucateamento e à humilhação.
É a continuação do projeto de destruição da gloriosa independência de espírito do Exército brasileiro implantado no país desde o governo Sarney.
Estamos com vocês, PMs da Bahia!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Progresso moral



Na Roma antiga, os imperadores bestializavam a população dando-lhe panem et circenses, e com isso conseguiam manipulá-la.
As coisas hoje são um pouco diferentes: o Império do Mal dá às massas pênis et circenses.
Aliás, logo logo os leões estarão de volta à arena. Ainda há muitos cristãos para dizimar.

Liberação do aborto ou financiamento do aborto com dinheiro do povo?



A presidenta Dilma acaba de nomear para o Ministério dos assuntos sexuais uma líder pró-aborto, grande entusiasta da caça aos bebês, já com longa trajetória na defesa do massacre livre e geral de todo feto humano.

Desde o estabelecimento pelo Império do Mal da livre prática do aborto no mundo inteiro, já foram sacrificadas ao deus do Cu mais de 2 BILHÕES de crianças. Trata-se da maior hecatombe da história da humanidade, crime tão monstruoso que clama aos céus e certamente não ficará impune.

Cumpre notar que os maníacos pelo livre assassinato dos bebês não defendem a liberação do aborto, o que seria chover no molhado.  Liberado o aborto já está de fato há décadas. Nunca ouvi falar em ninguém que tenha sido preso por prática do aborto. No máximo vai tomar um café na delegacia e sai rapidinho.

O que está em jogo é o financiamento público do aborto. Esta é a questão. O problema é que o Império do Mal e seus legisladores lacaios querem que VOCÊ pague pelo aborto das adolescentes e peruas.

Claro. Nada mais estraga-prazeres do que ter que pagar a conta pelo prazer de matar o próprio filho. Isso corta totalmente o barato das jovens mães. Não tem nada a ver.

Quem tem de pagar a conta é VOCÊ AÍ mesmo. Assim como vai pagar as próteses de silicone e as operações de troca de sexo de todos os adoradores e adoradoras do Cu. Sem direito a reclamar. Se reclamar é cana por homofobia, meu amigo. Não é mole, não.

Juntamente com o direito ao prazer anal amplo, geral e irrestrito, o direito de matar bebês - dentro e FORA do útero, como provou a absolvição recente da garota canadense que matou o próprio filho recém-nascido - é para o Império do Mal o mais fundamental dos direitos humanos.

Oremos pela alma dessa gente, que vai ter maus momentos quando frente à frente com o Verbo tiver de responder pelo massacre de bilhões de crianças. Haja pedra de moinho.

Kyrie eleison, Christe eleison, Kyrie eleison.




segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O jovem rico e o homem do século XXI

Cristo e o Jovem Rico, 
quadro de Heinrich Hofmann (1824-1911)

Em termos de trabalho acumulado e energia disponível, qualquer homem do século XXI é mais rico do que os milionários dos tempos de Cristo.
Sabemos, porém, pela palavra do mesmo Verbo que a riqueza é grande obstáculo para a salvação.
Não estaria aí a raiz da apostasia de massa a que assistimos hoje?

O cura d'Ars e o Espírito Santo


"Como bela pomba branca que sai do meio das águas e vem sacudir as asas sobre a terra, sai o Espírito Santo  do oceano infinito das perfeições divinas e vem bater asas sobre as almas puras, para nelas destilar o bálsamo do amor... Repousa o Espírito Santo nas almas justas como a pomba no ninho. Ele choca os bons desejos como a pomba os pombinhos".

Sucesso canábico


Não é difícil para o músico, o humorista e o vendedor de amendoim fazer sucesso com os emaconhados.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

O Pai Nosso e o estabelecimento do Reino de Deus



Nunca me admirarei o bastante com o fato de tanta gente rezar o Pai Nosso como se recitasse a tabuada.

Trata-se de um texto vertiginoso.

O "Venha a nós o vosso reino" é absolutamente apocalíptico: como pode este baixo mundo tornar-se o reino do Ato puro, sem ipso facto destruir-se? Não é à toa que a volta de Cristo marque o fim dos tempos. É o passo final na aproximação entre Deus e o homem iniciado com a encarnação e crucificação do Verbo.

É acontecimento tamanho que nem cabe na categoria "acontecimento".

Normas de redação e combate à homofobia


No âmbito do combate à homofobia, vem sendo articulado nos corredores do Congresso novo projeto de lei que proíbe, sob pena de reclusão mais multa, o uso da palavra "homem" para designar o conjunto da espécie humana. Tal uso seria criminalmente culpado de discriminação masculina, machismo, fascismo e homofobia.

Para impedir a expressão de tão odioso preconceito, a lei determina que o "ser humano" seja sempre designado por todas as suas expressões de gênero: homem ou mulher ou gay ou lésbica ou transexual.

Assim, de agora em diante a famosa frase de Aristóteles "O homem é um animal político" deve ser assim transcrita: "O homem ou mulher ou gay ou lésbica ou transexual é um animal político ou política".

O mesmo se aplica a sinônimos da palavra "homem", como "varão" ou "barão" no português quinhentista. Com isso, o famoso verso inicial de Os Lusíadas

As armas e os barões assinalados

passaria a ser grafado:

As armas e os barões ou mulheres ou gays ou lésbicas ou transexuais assinalados ou assinaladas

O que proporciona também um ganho estético não desprezível.

O desrespeito à lei será punido com pena de três meses a cinco anos de detenção sob regime fechado, mais multa.