Pesquisar este blog

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Ruy Barbosa, a maçonaria e o tráfico negreiro


É notório que a proclamação da República foi um golpe maçônico orquestrado contra a catolicíssima princesa Isabel, que, pouco antes, instada pelo papa Leão XIII, decretara a abolição da escravatura no Brasil.
Um ano depois, o maçom Ruy Barbosa - um dos escritores mais chatos da história da humanidade, aliás - ordenou a destruição de toda a documentação referente ao tráfico de escravos no Brasil.  Literalmente, a maior queima de arquivo da história do país.
Por que será?
Será que os maçons tinham algum cadáver escondido nos porões dos navios negreiros? Ou será que esses cadáveres se contavam às centenas de milhares?

2 comentários:

  1. Informação muito interessante e preciosa ao saber de fato que nossos livos de história de ultra-esquerda escondem.

    ResponderExcluir