Pesquisar este blog

domingo, 8 de janeiro de 2012

A Bíblia na Bíblia


A Bíblia nunca foi, não é nem pode ser critério único de verdade. Mesmo porque toda a autoridade do livro está no autor, e o autor da Bíblia é a Igreja, que estabeleceu seu cânon. Mais louco ainda é querer usar o livro contra o autor, ainda mais quando o autor está vivo e ativo, como a Santa Igreja, que já participa da eternidade.

Mas mesmo concedendo por absurdo a exclusividade da Bíblia como critério de verdade, os protestantes não saem melhor na foto. Vemos nos Evangelhos e nos Atos os cristãos que se reúnem ao redor de Jesus e o acompanham; os apóstolos que participam da primeira Missa com Ele em Jerusalém etc. Ou seja, é a presença da pessoa de Cristo que está no centro dos Evangelhos, exatamente como na vida da Igreja, por meio da instituição (100% bíblica) da Eucaristia. Mas não há na Bíblia o menor indício de que o objetivo da encarnação do Verbo fosse a produção de um livro que servisse de guia aos seguidores de Cristo.Cristo não morreu para abrir uma editora. Nem sombra de Bíblia na Bíblia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário