Pesquisar este blog

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Química, arte e Fé


Mostro a Virgem dos Rochedos do Louvre e digo:

- Aí está a Virgem radiosa, que traz a Luz às trevas da caverna platônica onde vivemos.

Meu convidado instala uma sofisticada aparelhagem científica diante do quadro e depois de alguns instantes:

- Impossível. Minhas análises demonstram a presença de substância químicas incompatíveis com a vida humana na sua suposta "Virgem".

É mais ou menos isso que faz toda crítica "científica" da Bíblia. Com a diferença de que nas Escrituras Deus se serve de duas tintas: a que os evangelistas usam para escrever e a que Ele-Mesmo usou no momento do fiat.

- Ah, então é tudo ficção!

- Se você pensa que toda relação de significação seja ficcional, sinta-se à vontade para tirar a conclusão que quiser.

Nenhum comentário:

Postar um comentário