Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Mãe estrangula filho recém-nascido e é absolvida no Canadá

Katrina Effert pega um bronze
na piscina da loja após ser absolvida


É o que noticia o site espanhol InfoCatólica. Aqui vai a tradução da notícia:
"Uma juíza de Alberta pôs em liberdade uma mulher que estrangulara o próprio filho recém-nascido, afirmando que a ausência de lei contra o aborto no Canadá demonstra que os canadenses `simpatizam´ com a mãe. Isto significa que a mãe não será presa por matar o próprio filho. Provavelmente, porém, terá de cumprir entre 10 e 16 dias de prisão por ter jogado o cadáver no jardim do vizinho. Na sentença, a juíza assegura que embora os canadenses sintam pena das crianças assassinadas ao nascer, também sentem dó das mães."
Mais informações podem ser lidas aqui, em inglês.
Que país de legislação sem preconceitos! Que bom que o Canadá conseguiu se livrar dessa babaquice cristã de querer proteger a vida de criancinhas indefesas, dentro OU FORA do útero! Lá, você pode matar à vontade os bebês, como, quando e onde quiser, e depois pode comer, triturar, jogar na privada o corpo. Mas uma coisa você não pode: jogar o cadáver no jardim do vizinho. Isso nunca! Isso não é comportamento civilizado!
Taí algo que vai deixar as nossas feministas tupiniquins babando! Estrangular o filho recém-nascido, jogar o cadáver no jardim do vizinho e depois sair para a balada com a juíza! Quem sabe assim daqui a 9 meses as duas vão ter motivos para repetir a comemoração! Isso é que é vencer o preconceito! Isso é que é avanço! Mas ninguém perde por esperar! Com Sérgio Cabral, Marta e Dilma na cabeça, logo logo chegamos lá! Acabando com essa lei atrasada contra o aborto, os juízes brasileiros também vão poder "simpatizar" com as mães assassinas! Estará aberta a temporada de caça aos recém-nascidos! Que da hora!


Falando sério: fato é que enquanto não ler preto no branco nos jornais que essa decisão foi anulada e que a tenebrosa juíza foi presa sem fiança por crime hediondo, este vosso servo vai boicotar tudo o que se refere ao Canadá, em qualquer setor e área de atividade. E recomendo vivamente a todos que me lerem que façam o mesmo.


Kyrie eleison, Christe eleison, Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário