Pesquisar este blog

domingo, 11 de setembro de 2011

11 de setembro: Dez anos de fraude

Lá se vão 10 anos desde que as famosas duas torres foram derrubadas pelo choque de dois aviões- e de quebra um terceiro prédio, menos notória, o WTC 7, que caiu sozinho, sem que nem um aviãozinho de papel o tocasse. Os 10 piores anos da história da humanidade, em que a sordidez, a mentira e a abominação imperam de tal maneira sobre o planeta, que fazem Sodoma e Gomorra parecer um acampamento de escoteiros.


Com todas as investigações bloqueadas pelo governo americano e uma mesma versão martelada dia após dia para dentro dos cérebros das massas bestializadas pela máquina de mentira da grande mídia, uma única certeza permanece: o que aconteceu aquele dia NÃO foi o que a história oficial conta.


Entre as provas de que as notícias não colam:





1) A locutora da BBC inglesa Jane Standley dá às 16;54h, em primeira mão, a notícia do desabamento do WTC 7, ANTES que o mesmo acontecesse, às 17:20h. A "profética" notícia é dada tendo como fundo uma vista de NY em que se destaca claramente a silhueta ainda incólume do enorme edifício de 47 andares.
Esta é a mais espetacular demonstração do cinismo e da hipocrisia com que a grande mídia desempenha a sua função de desinformar a população do planeta sobre o que está realmente acontecendo.
Não foi fornecida ainda nenhuma explicação pelos defensores da fraude oficial.





2) O depoimento do general americano Albert Stubblebine, ex-chefe de todos os serviços de inteligência das Forças Armadas americanas e especialista em análise de imagens. Ele afirma categoricamente pela análise das fotos que o que atingiu o Pentágono no 11 de setembro de 2011 NÃO foi um avião.





3) As duas torres gêmeas, joias da engenharia americana, foram construídas com um núcleo de aço projetado e fabricado para resistir a um ataque atômico, portanto a forças muito superiores às do impacto de um avião de carreira. Tal impacto não poderia tê-lo afetado, e muito menos feito que as duas torres se esboroassem  como em queda livre, sem encontrar resistência nenhuma. Segundo o engenheiro elétrico chefe do WTC, Richard Humenn, (nada mais, nada menos) o único jeito de destruir o núcleo das colunas seria plantar bombas internamente nos poços dos elevadores, numa implosão controlada.





4) O desmoronamento do enorme WTC 7, pouquíssimo noticiado pela máquina de mentir da grande imprensa a serviço das máfias reinantes. Se o impacto dos aviões ainda poderiam parecer uma causa plausível para os desmoronamentos, o mesmo não acontece com o WTC 7, que desmoronou absolutamente sozinho, numa implosão anunciada por seu dono Larry Silverstein horas antes.


O que foi que aconteceu então? Um inside job promovidos pelos que tinham interesse numa guerra frontal entre os EUA e certos países muçulmanos? Interesses no petróleo? A indústria de armas? Tudo isso junto? Quem sabe mais o quê?
Ou seja, a única certeza é que a máquina de mentir continua mentindo a todo vapor.


O que, aliás, explica as esquisitíssimas circunstâncias da morte do suposto mandante do atentado, Osama Bin Laden: queima de arquivo.


Para mais informações sobre a fraude, aqui vão alguns websites que merecem uma visita


http://www.cooperativeresearch.org/
http://www.globalresearch.ca/
http://www.911research.wtc7.net/
http://www.ae911truth.org/
http://www.stj911.org/
http://www.pilotsfor911truth.org/
http://www.prisonplanet.com/
http://www.whatreallyhappened.com/
http://www.911blogger.com/
http://www.loosechange911.com/
http://www.911revisited.com/
http://www.nineeleven.co.uk/
http://www.wtc7.net/
http://www.journalof911studies.com/
http://www.patriotsquestion911.com/
http://www.wearechange.org
http://www.questionsquestions.net
http://www.911disinformation.com/



Senhor, tende piedade das 3 mil vítimas inocentes diretas dos atentados no WTC e dos milhões de vítimas indiretas no Iraque, no Afeganistão e em outras partes do mundo, inclusive 45 mil soldados americanos vítimas da fraude.
Kyrie eleison, Christe eleison, Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário