Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Santa Maria Madalena de' Pazzi: Deus, a Eucaristia e a sombra


Mas esse Deus constituiu a sua grandeza, a sua divindade e todo Ele mesmo sob a sombra e os acidentes dessa minúscula partícula de pão; e fez que a criatura baixíssima e incapaz pudesse receber em si o que preenche o todo, que é Ele mesmo, Deus Eterno, incompreensível e infinito; e fez isso pelo grande desejo de repousar em sua criatura.  Veio sob a sombra para repousar na sombra, sob o pão Sacramental para repousar na sua criatura, que o que mais é do que sombra? Sub umbra illius, quem desideraveram, sedi: et fructus ejus dulcis gutturi meo.


(Santa Maria Maddalena de' Pazzi - 1566-1607)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Catolicismo conservador? Mas conservar o quê?


Não entendo o que possa ser um catolicismo conservador. Para mim, pelo menos a partir do século XIV, isso é uma contradictio in adjecto.


Se é infinita a maravilha da Eucaristia, sacrifício de amor de Deus a Deus que se representa a cada dia em cada igrejinha de subúrbio em todo o planeta, só há uma única coisa igualmente espantosa: a indiferença com que o ato divino é recebido pelo homem, justamente por ele, a razão desse sacrifício de salvação.

Nessas condições, fica a pergunta: de um tempo que recebe assim a Eucaristia, a Igreja pode querer conservar o quê?

domingo, 26 de junho de 2011

Governo municipal de SP e federal financiam blasfêmia contra Cristo

De onde vem o dinheiro que financia a Parada Gay de São Paulo?

Do seu bolso, meu amigo cristão.

É com o nosso dinheiro que a Prefeitura de São Paulo, o Governo Federal e mais um monte de empresas estatais, como a Petrobrás e a Caixa, financiam a parada gay de São Paulo, que este ano terá como lema o deboche blasfemo ao Cristo Salvador: "Amai-vos uns aos outros".

É o que se pode ver na página da organização do evento.

O governo do Estado, apesar de não aparecer entre os patrocinadores, também dá apoio ao movimento satanista.

Mais um chute na cara da consciência cristã neste país.

Depois não vai adiantar aparecerem com carinha de santo na missa de Aparecida. Não é Kassab? Não é Marta Suplicy? Não é Dilma?

Já está na hora de o eleitor cristão dar uma resposta à altura nas urnas aos satanistas chapa branca.

sábado, 25 de junho de 2011

Dados do movimento gay mostram que só 0,18% dos assassinatos ocorridos no Brasil têm vítimas homossexuais

Um grupo gay do Nordeste (GGB) publicou algum tempo atrás um relatório em que afirma terem ocorrido 198 assassinatos de homossexuais no Brasil em 2009. Tal pesquisa "científica" se baseia em recortes da revistas e jornais. Recentemente, essa pesquisa foi citada e endossada pela senadora Marta "Aborto" Suplicy em apoio à lei de criminalização da homofobia (na verdade, lei de criminalização do Cristianismo.) Ela provaria que estaria havendo uma sanguinária onda homofóbica no Brasil.

Ora, sabendo-se que no Brasil ocorreram 108 mil assassinatos no mesmo ano de 2009, não é difícil concluir que os gays são neste país um grupo privilegiado que, longe de ser alvo de violência, é tratado com luvas de pelica pela população brasileira., pois a porcentagem de gays entre os assassinados é de apenas 0,18%. Ou seja, 99% das vítimas de assassinato no Brasil são heterossexuais.

 Se, segundo os próprios gays, há 18 milhões de homossexuais no Brasil, ou seja, cerca de 10% da população, a desproporção entre a porcentagem de gays na população e a porcentagem de gays assassinados, (desproporção de mais de 50 vezes: 1,8%!!) demonstra de maneira insofismável que não há homofobia no Brasil, e que se há um grupo perseguido no país, é justamente o dos heterossexuais, que veem sua liberdade de expressão ameaçada pela política nazista dos grupos que se autoproclamam, de forma completamente antidemocrática e não transparente, porta-vozes de todos os homossexuais. Mas com que legitimidade?

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Oração pelos heréticos e pelos infiéis


Para nossos ouvidos viciados pelas distorções ecumênicas:


Fazei voltar, Senhor, ao seio de vossa Igreja os que romperam a unidade, abandonando a Fé e separando-se dos legítimos Pastores. Contai de novo entre os vossos filhos aqueles que se obstinaram em perder esse título glorioso. Reconheçam eles que fora da arca santa só podem perecer. Inspirai-lhes uma salutar confusão por terem abandonado o caminho da verdade para caminharem na trilha do erro. Sejam eles sensíveis à voz daquela que, depois de ter sido sua mãe, ainda os chama, embora tenham dilacerado suas entranhas. Deus de bondade, trazei de volta ao aprisco essas ovelhas perdidas, para que haja um só rebanho e um só Pastor...


Não seja esse, porém, o fim de vossas misericórdias. Lançai um olhar de compaixão a tantos reinos envoltos nas mais espessas trevas e que não invocam vosso santo Nome. Iluminai seu espírito, e fazei que a luz da verdade brilhe ante eles; mudai a depravação de seus corações; não permitais que vosso sangue precioso tenha sido derramado em vão para tantos povos desafortunados; enviai-lhes novos Apóstolos para lhes anunciarem o vosso Evangelho; fazei que por vossa graça eles escutem com atenção a voz deles e, comovidos com suas salutares instruções, as adotem como regra de conduta.

Amém.

(Manuel du Catholique, t. I, Lyon, Ballanche et Barret, sd, p. 26)

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Corpus Christi: por que ler Aristóteles?


Uma das muitas razões, apropriada à festa do Corpo de Cristo, é a compreensão da Eucaristia, que se dá segundo a distinção aristotélica entre substância (ousia) e acidente (symbebekos):

"O Corpo de Jesus Cristo está neste Sacramento apenas como substância, independentemente de todos os acidentes. Ora, como a substância não pode ser percebida pelos sentidos, o Corpo de Jesus Cristo não pode ser nele percebido pelos olhos do corpo."

(Dictionnaire théologique portatif, verbete Eucharistie, Paris, 1771)

terça-feira, 21 de junho de 2011

A pedra de moinho no pescoço dos juízes do STF


Sei que as chances de que algum dos nossos Meritíssimos e Boçalíssimos ministros do Supremo leia este blog são nenhumas, pois certamente têm coisas muito mais lucrativas para fazer, sobretudo agora que abriram as portas para que as crianças brasileiras sejam adotadas por casais homossexuais. No entanto, se um deles, num momento de delírio e embriaguez, depois de alguma participação mais entusiasta nalguma marcha da maconha,  se perder por estas bandas da internet e vier naufragar nas duras rochas deste blog, gostaria que lesse o que diz Deus sobre o futuro de quem provoca o escândalo das crianças:

Melhor lhe seria que se lhe atasse em volta do pescoço uma pedra de moinho e que fosse lançado ao mar, do que levar para o mal a um só destes pequeninos.  (Lucas, 17,2)

Para que fique bem claro o que os espera e depois não digam que não foram avisados..

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Enfim um pouco de lucidez no Direito brasileiro

Jeronymo Pedro Villas Boas
Foto Estadão

Em tudo há exceções. Se o ambiente jurídico brasileiro tem se caracterizado ultimamente como esgoto a céu aberto, com as decisões do STF sobre Cesare Battisti, a liberação da maconha e da "união" gay (vem mais por aí), sempre há heróis que fazem exceção à regra e mostram que nem tudo está perdido.

É o caso do juiz  Jeronymo Pedro Villas Boas. de Goiânia, que em decisão corajosa, fez prevalecer o óbvio: a inconstitucionalidade da "união" gay.

Parabéns, Meritíssimo! Lavou a honra do glorioso Direito brasileiro, tão conspurcado nos últimos tempos! Saiba que o apoia o que ainda há de lucidez e honra no Brasil!

sábado, 18 de junho de 2011

50 anos das aparições marianas de Garabandal


Hoje se celebra o 50o aniversário das aparições de Garabandal.
No dia 18 de junho de 1961, o arcanjo São Miguel apareceu pela primeira vez  a quatro meninas de uma aldeia  de 300 habitantes da Cantábria, no nordeste da Espanha. O anjo, mudo nas primeiras aparições, dias depois anunciou a vinda da Santíssima Virgem, que apareceu pela primeira vez no dia 2 de julho, para pedir a todos penitência e oração, sempre dentro da Tradição da Igreja. Durante 4 anos, a Virgem apareceria às meninas de Garabandal mais de 1.200 vezes, realizando numerosíssimos milagres.

Trata-se de um ato de poesia e de amor da Mãe de Deus e da Igreja por todos nós, e um dos episódios mais impressionantes da história da Igreja nos último séculos.

Acima, a primeira parte, de quatro, de um documentário em espanhol sobre Garabandal realizado pelos Workers of Our Lady of Mount Carmel, organização americana dedicada à divulgação das aparições.

Santíssima Virgem de Garabandal, tende piedade de todos nós!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Lista dos dogmas católicos X: a Eucaristia


Dando sequência à enumeração dos dogmas de fide da Igreja segundo Ludwig Ott, aqui vão os dogmas relacionados ao sacramento da Eucaristia:

1. Na Eucaristia o corpo e o sangue de Cristo estão verdadeira, real e substancialmente presentes.
2. Cristo está presente no sacramento do altar pela conversão de toda a substância do pão em seu corpo e de toda a substância do vinho em seu sangue.
3. As espécies do pão e do vinho persistem após a transubstanciação.
4. Na Eucaristia o corpo e o sangue de Cristo com sua alma e sua divindade, portanto Cristo inteiro, estão verdadeiramente presentes.
5. Em cada uma das duas espécies está presente Cristo inteiro.
6. Sob cada parte de cada espécie, depois da divisão, Cristo está presente por inteiro.
7. Depois da consagração, o corpo e o sangue de Cristo estão presentes de maneira permanente na Eucaristia.
8. Devemos prestar a Cristo presente na Eucaristia o culto de adoração.
9. A Eucaristia é um verdadeiro sacramento instituído por Jesus Cristo.
10. A matéria da Eucaristia é o pão e o vinho.
11. Para as crianças, a recepção da Eucaristia não é necessária para a salvação.
12.A comunhão sob as duas espécies não é necessária, nem em razão do mandamento divino, nem como meio de salvação.
13. Só o sacerdote validamente ordenado possui o poder de consagrar.
14. O sacramento da Eucaristia pode ser recebido validamente por todo batizado em estado de via, mesmo pelas crianças não dotadas de razão.
15. Para receber dignamente a Eucaristia, o estado de graça e a intenção reta são necessários. (De fide no que diz respeito ao estado de graça.)
16. A santa missa é um sacrifício verdadeiro e propriamente dito.
17. O sacrifício da missa representa e recorda o sacrifício da cruz, cuja virtude salvífica ele aplica.
18. No sacrifício da missa e no sacrifício da cruz, a vítima e o sacrificador primário são idênticos; só difere o modo do sacrifício.
19. O sacrifício da missa não é só um sacrifício de louvor e de ação de graças, mas também um sacrifício propiciatório e impetratório.


Aqui vão as outras seções dos dogmas de fide neste site:

quinta-feira, 16 de junho de 2011

O Idiota - Dostoievski


Que livro genial, o Idiota! Que genial o idiota, príncipe Mychkyne! Que grande idiota, Dostoievski, ao falar da Igreja!

terça-feira, 14 de junho de 2011

Passado e futuro na Tradição da Igreja



Felizmente, a Igreja com Bento XVI inicia nitidamente uma virada tradicionalista.
Back to the future!
Pois o futuro da Igreja sempre foi, é e será o seu passado, Cristo Jesus, o Alfa e o Ômega.

domingo, 12 de junho de 2011

Prática para o Dia de Pentecostes - Pe. Avrillon



ESPÍRITO DE BONDADE

Prática

Estejam neste grande dia sempre atentos, e ardentes de desejos, zelo e amor, e ocupados com as bondades infinitas do Espírito Santo; sintam a necessidade extrema que dEle têm, quer para o perdão de seus pecados, quer para obter novas graças e implorá-las com um coração contrito e humilhado.

Entrem em espírito no Cenáculo e só saiam com os Apóstolos e como os Apóstolos, observem como eles com grande atenção o tempo da descida desse Espírito de bondade: não percam este bem-aventurado momento; pois se vocês o deixarem escapar por falta de aplicação e recolhimento, não haverá talvez retorno. Esse Espírito Santo sopra onde quer, quando quer, quanto quer, sobre quem quer. Rezem sempre, é esse o meio de não serem surpreendidos e de ter parte com suas comunicações, com suas graças e suas bondades. Amém.

(Pe. Avrillon, Conduite pour passer saintement les Fêtes et les Octaves de la Pentecôte, du S. Sacrement et de l'Assomption de la Sainte Vierge, 1724, pp119-120)

Bento XVI reafirma o canto gregoriano e os princípios de São Pio X na música litúrgica



Todos sabemos que a Igreja no Brasil não teve sossego nestas últimas décadas. A Grande Avacalhação pós-conciliar assumiu aqui dimensões formidáveis. Por um lado, a tsunami dos Bofs, Betos e Arns, que não deixou pedra sobre pedra quanto á doutrina e procurou sob todas as formas romper o fio sagrado que une de forma contínua a fé da Igreja à palavra de Cristo ao longo dos séculos. Por outro, a proliferação de movimentos ditos "carismáticos", uma espécie de imitação catolicizante da boçalidade neopentecostal americana. Tudo isso é muito triste.

Com o pontificado de Bento XVI, o horizonte começou a se desanuviar. Embora, dado o grau de corrupção com que o Sumo Pontífice herdou a cátedra de Pedro, ainda haja muito o que fazer para se pôr ordem na casa, não há como negar que muitos progressos já foram feitos. A condenação inequívoca dos escândalos sexuais comuns sob os pontificados anteriores, a liberação da Missa tridentina são dois deles, nem um pouco negligenciáveis.

Mais um sinal alentador acaba de ser emitido no fim de maio, com a Carta do Santo Padre Bento XVI ao Grão-Chanceler do Pontifício Instituto de Música Sacra em comemoração ao centenário daquela instituição. Nela, Bento XVI reafirma os princípios estabelecidos por São Pio X em seu notável Motu Proprio de 1903, Tra le Sollicitude: respeito à tradição, a primazia do canto gregoriano, o espírito de oração, tudo o que foi pisoteado no Brasil pelo vendaval pop dos Rossis, Juquinhas, Fábios e que tais, com seus cantos em ritmo de gafieira.

Nada mais bem-vindo. Esperamos que em breve se forme no Brasil um clima artístico-litúrgico capaz de celebrar a Glória do Salvador, não como Ele merece, o que está acima das forças da arte, mas de maneira menos cafajeste.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Suprema Corte e avacalhação da sociedade: EUA e Brasil

A Suprema Corte americana em 1932,
ainda um órgão independente

Com a definição por baixo do pano do "casamento"  gay como equivalente ao casamento entre um homem e uma mulher e agora com a libertação definitiva do assassino italiano Cesare Battisti, o STF não deixa mais nenhuma dúvida de que não podemos contar com ele se quisermos dar um futuro decente ao nosso país.

Expressão de um sistema jurídico fracassado e corrupto, que mistura a pior retórica esquerdizante com a pior prática elitizante - no Brasil, ricos e mafiosos jamais são presos - o STF se mostra como uma força tenebrosa a ameaçar a nossa sociedade, destruindo as últimas barreiras que ainda separam do caos o povo brasileiro.

Não se trata de algo inédito. Basta lembrar o caso dos EUA. Se algumas décadas atrás era um dos países mais cristãos do mundo, hoje se transformou no carro chefe da sodomização do planeta. Como foi que isso aconteceu?

Uma boa resposta é dada no livro de Paul Fisher, Behind the Lodge Door (Tan Books, 1994). Nele, o autor narra como a sociedade americana viu seus valores minados por sucessivas decisões da Suprema Corte, decisões estas ditadas pela alta cúpula da maçonaria americana. Fisher mostra como o órgão máximo da justiça americana, a partir de 1941, foi sendo aos poucos infiltrado e dominado por maçons radicais, dispostos a impor ao país o seu programa de descristianização: liberação do aborto, do divórcio, casamento gay, interpretação radical da separação entre igreja e estado como oposição entre igreja e estado etc. etc.

Não é difícil ver que este é um esquema que se repete hoje no Brasil.

Nada de novo sob o sol.

Abaixo-assinado contra o aborto em São Paulo - Participe


O abaixo-assinado visa a alterar a Constituição do Estado de São Paulo, tornando explícita a defesa do nascituro contra aqueles que, como a senadora Marta Suplicy, pretendem liberar a temporada de caça aos futuros paulistinhas, financiando o aborto com dinheiro público.

Não deixe que isso aconteça. Assine e passe para os amigos:

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Copos meio cheios e meio vazios


O Vaticano II resolveu mudar o enfoque em suas relações com as igrejas protestantes: em vez do copo meio vazio dos 450 anos anteriores, o copo meio cheio do ecumenismo. Questão de ênfase.

Nada contra.

O importante é lembrar que a medida de água no copo não varia.

sábado, 4 de junho de 2011

Cabral, o Boçal, paga miséria e ainda joga bombeiros heróis na cadeia



Se há um tipo de funcionário público que merece ser bem pago são justamente os bombeiros.
Portanto, são os mais mal pagos pelo governo boçal do Rio. É a hierarquia dos valores no Rio de hoje. Quanto pior, mais privilegiado. Basta ver quem está no topo da lista.
Todos já sabiam que Sérgio-Aborto-da- Namoradinha-Cabral  vai fazer do Rio a risada do planeta nos jogos que se aproximam.
A única dúvida é saber se ainda vai haver Rio de Janeiro até lá. Com os bombeiros em cana, já basta um fósforo.




sexta-feira, 3 de junho de 2011

Nazismo gay nos EUA: Ensino homossexual no jardim da infância. O que nos espera.



Eis o que nos espera se o nazismo gay for vitorioso em sua campanha de propaganda do homossexualismo entre criancinhas, como nos EUA.
Escola de Oakland ensina confusão sexual a crianças nos jardim da infância.
"Animais têm dois gêneros: macho e fêmea. Verdade ou mentira?"
A resposta "certa" é mentira.
Rezemos por essas crianças.

Kyrie eleison, Christe eleison, Kyrie eleison

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Os dois sentidos da Cruz


Crucificava-se pregando os membros à cruz para que o corpo não pudesse cair ao chão.
Com Cristo foi o contrário: os cravos da cruz prendiam-no à terra, e uma vez livre deles, voltou ao céu.