Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Comunismo, protestantismo, teologia da libertação...


Os comunistas tanto barulho fizeram contra a exploração da mais-valia, pintaram o sete, fizeram o diabo, mataram 100 milhões de pessoas e no que deu tudo isso?

O único país comunista que sobrou vive justamente da oferta abundante de mão de obra barata para as grandes multinacionais, que em seus países capitalistas de origem não têm tanta facilidade para explorar seus operários...

Parece até a história de outra grande mentira, o protestantismo, que começou com a denúncia das vendas de indulgências e acabou na megassimonia do bispo Judas Macedo.

Com a teologia da libertação aconteceu também coisa parecida. Durante 3 décadas o discurso político marxizante tomou conta da igreja brasileira. E o resultado é que hoje a presença dos católicos na política brasileira é nula. Nas eleições presidenciais, o único candidato com um discurso católico foi o ridículo Levi Fidélix.

A mentira tem pernas curtas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário