Pesquisar este blog

quinta-feira, 7 de abril de 2011

A mídia e a manipulação do massacre das crianças no Rio


Como urubus sobre a carniça, as redes de televisão passaram o dia de hoje sobrevoando com seus helicópteros a escola onde a tragédia aconteceu, para oferecer à população bestializada a dose de sangue que sacie a sua sede.

E logo aparecem as "explicações" dadas pelos "especialistas" convidados a comentar o massacre: o assassino seria um terrorista islâmico (!), talvez ligado ao "grupo radical" Hamas (!!). O que, é claro, faz todo sentido. Afinal, todos nós que assistimos ao Jornal Nacional sabemos que os muçulmanos são animais selvagens que costumam atacar criancinhas pelo mundo afora, sobretudo nos subúrbios mais pobres das grandes capitais brasileiras, pelo simples prazer de ver o sangue correr. Faz sentido! Só não estão AINDA assim MUITO claros os objetivos político/religiosos pelos quais um muçulmano terrorista mataria dezenas de crianças e depois se suicidaria numa escolinha do Realengo, notoriamente um pouco afastada dos cenários de luta usuais dos sanguinários seguidores de Maomé. Ainda, porque nossos analistas estão trabalhando para responder a esta questão de maneira peremptória, definitiva, arrasadora e insofismável.

Enquanto isso, os noticiários já adiantam pelo menos que a motivação do assassino seria claramente "religiosa", pois com ele foi encontrada uma carta onde - pasmem - se falava em CASTIDADE! CASTIDADE!!! O mais perigoso sintoma de Cristianismo!!!

Tá resolvido: a culpada do massacre do Rio é definitivamente a RELIGIÃO, sobretudo em sua relação monstruosa com a PUREZA e CASTIDADE.

A população pode dormir tranquila, pois sabe que pode contar com a mídia para erradicar do planeta a castidade que move esses fanáticos possivelmente islâmicos/cristãos e provavelmente vindos da Palestina a matarem as criancinhas das nossas periferias!

E o que fazer para enfrentar o perigo religioso que ameaça nossas crianças? Eis o conselho dos especialistas: inscreva suas filhas e filhos no prostíbulo mais próximo, - há sempre um pertinho de você! - garantindo assim uma promiscuidade mental a toda prova para suas crianças, o que as tornará completamente invulneráveis a qualquer tipo de mensagem religiosa. Assim elas estarão bem protegidas.

Um comentário:

  1. Esse ser é apenas mais um dos muitos demônios que nós mesmos criamos, era somente mais uma pessoa com ódio no coração e sem um pingo de amor, assim caminha a humanidade em direção ao caos, Pais que não amam seus filhos, filhos que não amam seus pais, pessoa que não demostram o que sentem, Por isso todos os dias peço a deus para as pessoas lembre-se, que acima de todos existe um céu, que pode ser visto por todos em qualquer lugar do planeta, Somos filhos da mesma terra, essência do mesmo pai, filhos da mesma terra.

    A humanidade esta cada fez mais envenenada pelo ódio, as vezes por motivos tão estúpidos nos transformamos em demônios, estamos sempre esperando que isso mude, que se vá o ódio, que o mundo seja melhor para todos, que aconteça um milagre, mas não é assim, o milagre já aconteceu, nós acordamos todos os dias e temos ar, força e voz. Mas para o ser humano isso não basta, estamos sempre esperando que alguém lute por nós, que alguém nós ensine, que um Deus piedoso e poderoso venha em nosso socorro, mas poxa Deus deve esta tão decepcionado com sua criação, Nos tornamos tão perversos, egoístas esperando que um ser divino venha nos der amor quando nos lhe passamos ódio, destruição, morte, preguiça, inveja e mentira.

    Nós somos o Mundo, o Mundo somos nós, as vezes na hora de fazer a coisa certa, nós pensamos, poxa! todos fazer o errado porque eu tenho que fazer o certo?, Porquê! Um pessoa pode fazer a diferença, façamos nossa parte, por menor que seja, tenho certeza que vai fazer a diferença, que deus receba essas almas com um resplendor da sua graça, e que Deus ou Jesus Cristo, Buda , Zeus, Shiva, Tupã, Adonai, Oxalufã , Allah ou Grande Arquiteto do Universo (G:.A:.D:.U:.), Não importa o nome ou a origem, creio que deva existir o Bem, que muitos o nomearam de acordo com sua cultura, Lhe peço , Que não desista de nós, por que nós mesmo já desistimo Amém

    ResponderExcluir