Pesquisar este blog

quarta-feira, 23 de março de 2011

A mídia e o império: as mentiras que abrem caminho para a guerra.


Como observa o historiador belga Michel Collon, cada guerra deflagrada pelo império do mal é precedida de uma grande mentira difundida pela grande mídia:

"Você tem certeza de saber realmente o que se passa na Líbia? Quando o Império decide uma guerra, a informações que provém de sua mídia é neutra? Não será útil lembrar que cada grande guerra foi precedida de uma grande mídiamentira para fazer balançar a opinião pública? Quando os EUA atacaram o Vietnã, alegaram que este havia atacado dois navios dos EUA. Dois anos mais tarde, reconheceram que era falso. Quando atacaram o Iraque, alegaram o roubo das incubadoras, a presença da Al Qaeda, as armas de destruição em massa. Tudo mentira. Quando invadiram o Afeganistão, alegaram que ele havia sido responsável pelos atentados de 11 de setembro. Mentira também."

Poderíamos acrescentar a mentira da iraniana lapidada, que abre terreno para o bombardeio do Irã, e agora Kadhafi bombardeando civis indefesos, que, porém, contam com caças Mig e baterias antiaéreas poderosas o bastante para derrubá-los.

Mas o mais impressionante é a unanimidade na mentira. São as mesmas balelas em todos os jornais, todas as revistas, todos os rádios e todos os jornais. Nem von Karajan conseguia afinar uma orquestra com tanta perfeição.

Mas o que é isso?? Será que a mídia estará no bolso do império??? Veja, Folha, Globo, Record, New York Times, Reuters, Abril, todos eles pagos para serem dóceis aos planos guerreiros do império???

Ou será que por trás disso está algo ainda pior do que a velha e banal corrupção por dinheiro?

Não acredito! Para mim, tudo isso é só uma IMENSA COINCIDÊNCIA. E Papai Noel existe.


Nenhum comentário:

Postar um comentário