Pesquisar este blog

domingo, 16 de janeiro de 2011

Padre avacalha sacerdócio mas segue na ativa, com aprovação do bispo



Dois, três anos atrás, circulou pela Internet o vídeo de um padre de Votuporanga, SP, que se dedicava (dedica?) à evangélica tarefa de ensinar moçoilas e moçoilos a desfilar pelas passarelas e de introduzi-los na carreira de modelo. Como se a indústria da moda precisasse do auxílio da Igreja para corromper ainda mais a nossa juventude! No vídeo, o padre - ante uma imagem de Nossa Senhora Aparecida - ensinava as mocinhas a sorrirem, não dizendo "xis", como antigamente, mas "pênis", para tornar o ambiente "mais alegre".

Choveram as cartas ao bispo da Diocese de São José do Rio Preto (sede da Rede Vida), de que depende o padre. Mas a coisa ficou mesmo por ali. Segundo o bispado, tratava-se de  atividade pastoral do mais legítimo conteúdo evangélico.

Tendo lido hoje no site da CNBB  artigo do bispo de Uberaba em que ele afirma que a Igreja no Brasil já tomou todas as providências para que não se repitam os escândalos que a vêm assolando, ocorreu-me verificar que fim tinha levado o tal padre.

Uma rápida busca no Google foi o suficiente para confirmar que ele continua na ativa, sem problema nenhum, como pároco na mesma cidade de Votuporanga, certamente ensinando mui pastoralmente aos paroquianos e paroquianas mais novidades sobre as alegrias do pênis e de outras partes baixas da anatomia. Com nihil obstat episcopal e tudo.

Parece que as coisas não têm mudado tanto...

Nenhum comentário:

Postar um comentário