Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Dom Francisco Manuel de Melo e a arte de escrever



A um parente moço que se partia para a guerra

P.I. Ide com Nosso Senhor. Lembrai-vos sempre dele e de quem sois. Falai verdade. Não aprofieis. Perguntai pouco. Jogai menos. Segui os bons. Obedecei aos maiores. Não vos esqueçais de mi. E sede embora Plínio Júnior, que se tudo isto fizerdes, ainda sereis mais. Deus vos leve, defenda e traga. Torre, sábado.

(Dom Francisco Manuel de Melo, Cartas Familiares, Casa da Moeda, 1981, p. 368)

Nenhum comentário:

Postar um comentário