Pesquisar este blog

domingo, 5 de setembro de 2010

Asseclas do bispo Judas Macedo envolvidos com a máfia dos sanguessugas

Fiel da IURD após sessão do descarrego

Da Folha.


A Procuradoria da República em São Paulo apontou em denúncia à Justiça que ex-deputados federais e um vereador de Ribeirão Preto ligados à Igreja Universal do Reino de Deus cometeram fraudes em parceria com integrantes da "máfia dos sanguessugas" e desviaram cerca de R$ 2 milhões dos cofres do Ministério da Saúde.
Segundo a acusação formal, os envolvidos usaram uma entidade também ligada à Universal, a ABC (Associação Beneficente Cristã), sediada em São Paulo, para cometer as fraudes.
A denúncia tem como base uma auditoria realizada pelo Ministério da Saúde e pela CGU (Controladoria Geral da União) que apontou irregularidades em quatro convênios assinados entre 2002 e 2005 para compra de sete ambulâncias e equipamentos médicos e odontológicos.

A pergunta que não quer calar é: mas com que máfia os macedinhos NÃO estão envolvidos, afinal?

Nenhum comentário:

Postar um comentário