Pesquisar este blog

sábado, 7 de agosto de 2010

A Santa Inquisição de Lima, Peru: fatos e números





Instrutivo e equilibrado documentário em espanhol sobre a Santa Inquisição de Lima, Peru, com dados de fato e números sobre o seu funcionamento ao longo de 250 anos de existência.

Mostra o vídeo que a Inquisição de Lima processou 1526 pessoas, das quais 1477 compareceram. Destas, entre 80 e 90 foram torturadas e 32 foram condenadas à morte.  É preciso lembrar que a tortura era uma prática generalizada em toda a Europa, protestante ou católica, e não uma exclusividade da Inquisição. Pelo contrário! A porcentagem de torturados pela Inquisição era muito menor do que o da média dos tribunais civis da Europa na época, que passava de 90% dos réus. O que não parece estimular, soit dit en passant, os críticos da Inquisição a condenarem também a instituição judiciária e penal leiga como um todo por suas práticas passadas. Quanto ao número de condenados à morte, ele é incomparavelmente menor do que os ostentados ainda hoje num estado como o Texas - para não falar, é claro, dos tribunais dos países comunistas, esses grandes herdeiros das Luzes - talvez por terem acendido mais fogueiras.

Ao contrário do que insistentemente sugere a propaganda anticatólica, a Inquisição espanhola proibia a queima de bruxas, ao contrário da reformada Inglaterra dos séculos XVI e XVII, onde foram queimadas mais de 50 mil bruxas, ou da Alemanha protestante, onde o número passa de 100 mil.

Mais uma vez, a chuva de acusações contra a Igreja não se sustenta ante um exame mais atento dos fatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário