Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Espanha sob ataque. De novo.



Quem acompanha mesmo que superficialmente o noticiário relativo à Espanha, não pode deixar de se consternar. O país que foi durante séculos um baluarte da Igreja de Cristo assiste hoje à demolição sistemática de todos os valores que serviram de fundamento à sua história. Um governo boçal, que tem como guru um boçal ainda maior, o pseudointelectual Gregorio Peces-Barba, resolveu transformar as católicas terras de Espanha num lodaçal moral: casamento gay, aborto livre e gratuito para meninas de 16 anos, sem consulta aos pais, eutanásia seletiva, droga circulando à vontade, prostituição livre, e por aí vai. Em poucos anos, lá se foi pelos ares - momentaneamente, é claro - o que dezenas de gerações católicas construíram com orações, lágrimas e sangue. O país de São João da Cruz, de Santa Teresa de Ávila, de Santo Antonio Maria Claret, de São Vicente Ferrer e tantos outros grandes santos se vê reduzido à condição de um bordel de dimensões nacionais.

Como isso é possível, num país com 94,1% de católicos?

Para quem conhece um pouco de história, a resposta pode ser tudo, menos surpreendente. A velha seita secreta, sempre escondida atrás de palavras como liberdade e democracia, trama nos bastidores seus golpes contra as crenças e os valores da imensa maioria da população, sem nunca mostrar a cara. O desprezo pela cultura popular é sua marca d'água indelével. Grita democracia e age golpe de estado. Sempre foi assim. É da essência das lojas.

Zapatero é maçom.

Será que isto pode ser surpresa para alguém?

Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário