Pesquisar este blog

sábado, 31 de julho de 2010

Na surdina, governo Lula volta a defender oficialmente o aborto

Lula e o bi$po Judas Macedo, grande entusiasta do aborto

Encoberto por quase completo silêncio da grande mídia (a exceção é esta notícia de O Globo), o governo Lula volta a defender publicamente o aborto em documento oficial, dois meses depois de tirar do infame Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos, a legalização do massacre de embriões. Isto em documento assinado pela picareta Nilcéa Freire, sob o título de Consenso de Brasília, que de consenso não tem nada.

É sempre assim, nos bastidores, à revelia da posição da grande maioria da população. E olhem que essa maioria se mantém mesmo sob a chuva de propaganda pró-infanticídio de massa na grande mídia.

Foi assim com a liberação das drogas - já instituída no Brasil, sem que a maioria da população tenha conhecimento -, com a legalização da prostituição de menores pelo STJ e será assim com o casamento de sodomitas, com a liberação e financiamento oficial do aborto. Isto pelo menos nos planos do governo.

Ninguém fica sabendo, ninguém viu nada e pluft, é fato consumado.

Essa é marca do desprezo com que encaram os valores e a dignidade dos povos essas organizações sinistras que mandam no planeta e financiam os governos e os meios de comunicação.

Falam em transparência, em democracia, em liberdade, mas na prática vivem só de manipulação, de intrigas secretas e desprezo pela verdade e pela vida.

Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Nenhum comentário:

Postar um comentário